Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Municípios

todas as notíciasseta

Bahia tem recorde de casamentos registrados

Na Bahia, aumentaram tanto os casamentos entre pessoas de sexos diferentes quanto aqueles entre pessoas do mesmo sexo


04/12/2019 às 02:10h

Bahia tem recorde de casamentos registrados
Crédito: Reprodução

Em 2018, pelo terceiro ano consecutivo, os casamentos tiveram, na Bahia, um movimento em sentido contrário ao do país como um todo. Enquanto no Brasil houve redução de 1,6% no total de casamentos civis registrados (de 1.070.376 em 2017 para 1.053.467 no ano passado), a Bahia teve, pela segunda vez seguida, o maior aumento absoluto do país no número de uniões formalizadas: de 64.578 para 68.623, ou 4.045 casamentos a mais realizados em um ano (+6,3%), como mostra a pesquisa Estatísticas do Registro Civil 2018, divulgadas nesta quarta-feira (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE).


Com a expansão, o número de uniões formalizadas no estado (68.623) atingiu seu recorde histórico (desde 2002).


Em termos percentuais, o aumento dos casamentos na Bahia (6,3%) foi o quarto maior do país, abaixo de Pará (7,1%), Mato Grosso (7,0%) e Acre (6,8%), cujos acréscimos em termos absolutos foram bem menos significativos que o baiano (mais 2.385, 1.238 e 382 casamentos respectivamente). De 2017 para 2018, o número de casamentos aumentou em 12 dos 27 estados.


Entre 2017 e 2018, na Bahia, aumentaram tanto os casamentos entre pessoas de sexos diferentes quanto aqueles entre pessoas do mesmo sexo.


Assim como ocorre no país como um todo, as uniões entre mulheres e homens ainda são dominantes no estado. Representaram, em 2018, 99,6% do total de casamentos registrados, ou 68.335 em números absolutos, mostrando um crescimento de 6,0% em relação a 2017 (o que representou mais 3.897 uniões em um ano).


Em termos percentuais, porém, o número de casamentos entre pessoas do mesmo sexo foi o que mais cresceu. O total de registro dessas uniões pouco mais que duplicou no estado, em apenas um ano, passando de 140 em 2017 para 288 no ano passado (+105,7%).


Foi o terceiro maior aumento percentual entre os estados, abaixo apenas dos verificados em Pernambuco (de 156 para 391, +150,6%) e Alagoas (de 44 para 95, +115,9%). Só 3 dos 27 estados brasileiros tiveram redução no número de uniões oficializadas entre pessoas do mesmo sexo, de 2017 para 2018: Acre (-1 casamento), Amapá (-2) e Roraima (-6).


No Brasil como um todo, embora o total de casamentos tenha diminuído entre 2017 e 2018, as uniões entre pessoas do mesmo sexo aumentaram 61,7%, passando de 5.887 para 9.520 (mais 3.633 casamentos em um ano).


A maior parte dos casamentos de pessoas do mesmo sexo oficializados em 2018 na Bahia foram entre duas mulheres, 170, enquanto os casamentos entre dois homens somaram 118. Em relação a 2017, tanto as uniões femininas (+109%) quanto as masculinas dobraram (+100%), com uma pequena vantagem para as mulheres.


Dos 288 casamentos entre pessoas do mesmo sexo oficializados em 2018 na Bahia, 172 ocorreram em Salvador (6 em cada 10 uniões), sendo 100 entre mulheres e 72 entre homens.


Tradicionalmente, dezembro é o mês com maior número de casamentos, tanto no Brasil como um todo quanto na Bahia. Em 2018, não foi diferente. Dos 68.623 casamentos registrados no estado, 11,5% ocorreram no último mês do ano (7.858 em números absolutos). No país, o percentual foi o mesmo: 11,5% dos 1.053.467 casamentos foram realizados em dezembro.

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live Lagedor
Publicidade
Estacio  ON
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas