Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 4,146
Euro:   R$ 4,841
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Geral

todas as notíciasseta

HM alerta para baixo estoque no Banco de Leite

De janeiro a junho de 2019, o Banco de Leite do Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS) contou apenas com 967 doadoras voluntárias


20/11/2019 às 05:31h

HM alerta para baixo estoque no Banco de Leite
Crédito: Reprodução

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana, por meio da Fundação Hospitalar (FHFS) reforça a campanha da doação de leite iniciada no Dia Mundial de Doação de Leite Humano, dia 19 de maio, no Banco de Leite Humano do Hospital da Mulher. De janeiro a junho de 2019, o Banco de Leite do Hospital Inácia Pinto dos Santos (HIPS) contou apenas com 967 doadoras voluntárias.


O Prefeito Colbert Martins Filho, alerta para a importância da amamentação e para o baixo estoque do banco de leite do HIPS. “Essa é a hora de sensibilizar mulheres que estejam em fase de amamentação à se tornarem doadoras para suprir as baixas nos estoques que costumam acontecer no período de festas de final de ano e férias do início de ano, e que neste período o estoque de leite materno já está a baixo do nível necessário para alimentar os recém nascidos prematuros do Hospital da Mulher”, disse.


Infelizmente, a queda dos estoques prejudica o aprovisionamento de leite aos bebês prematuros, de baixo peso ou portadores de patologias, internados nos leitos da Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do HIPS e que não podem ser amamentados pela própria mãe, colocando assim em risco a nutrição e desenvolvimento desses bebês que só contam com leite doado para se alimentar.


De acordo a presidente da Fundação Hospitalar, Gilberte Lucas, o relatório de produtividade do BLH do Hospital da Mulher é apresentado a cada seis meses. “Em 2019, foram feitos 2.014 atendimentos individuais para checagem do perfil da doadora, com 1.316 atendimentos em domicílio, sendo cooptadas 967 doadoras voluntárias. Neste período o Banco de Leite Humano do HIPS, coletou 383,5 litros de leite materno que após passar pelo controle de qualidade do leite humano ordenhado, foram distribuídos aproximadamente 342 litros do leite coletado, na alimentação de recém nascidos prematuros ou de baixo peso, recém nascido imunologicamente deficiente, recém nascido com perturbação gástrica de origem variada e recém nascido alérgico a outros tipos de leite internados na UTI Neonatal do Hospital da Mulher", frisou a presidente da Fundação Hospitalar.


“Posso atribuir o reconhecimento da referência aplicada ao Banco de Leite do Hospital da Mulher ao trabalho e investimentos do Governo Municipal, que através de recursos próprios oferece hoje uma nova estrutura adequada e organizada, destinada para a coleta de leite humano, conforme as técnicas assépticas estabelecidas. O HIPS conta também com sala exclusiva para a amamentação onde as mães encontram conforto e comodidade, preconizadas pelo Ministério da Saúde”, enfatiza Gilberte Lucas.


Frascos de vidros essencial para o Banco de Leite


A Enfermeira da Assistência do Banco de Leite do Hospital da Mulher, Patricia Silva, salienta sobre a importância da arrecadação dos potes de vidro com tampa plástica que são essenciais para captação de leite humano. Ela afirma que um simples frasco de café solúvel, de vidro, pode fazer toda a diferença para o banco de leite do Hospital da Mulher. “Esse material é esterilizado e seguro, pois é resistente ao congelamento e descongelamento. O processo evita que o leite perca os nutrientes, além de não acumular cheiro e resíduos, sendo fácil de esterilizar”, alertou a enfermeira.


O Banco de Leite do Hospital da Mulher conta com o apoio das escolas técnicas de enfermagem e faculdades, para conseguir arrecadar os frascos de vídros, mas de acordo a enfermeira Patrícia, o número arrecadado não é suficiente. “Os frascos de vidro são únicos para acondicionar de forma correta o leite materno que é doado. Todavia, precisamos da ajuda das comunidades e de todos os organismos da sociedade para o bem dos recém – nascidos do Hospital da Mulher", acrescentou.


Patricia Silva, destaca sobretudo, a importância do aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida e sobre o incentivo à captação de mães doadoras para o Hospital da Mulher. "O foco do nosso trabalho é orientar para a importância do aleitamento materno, entretanto, tentamos sensibilizar essas mães para a doação do excedente do leite materno. Aqui no Hospital da Mulher nós buscamos conscientizar as gestantes, puérperas e nutrizes, no próprio Banco de leite como também nos Projetos Itinerantes e nas Unidades Básica da Família", esclarece a enfermeira.


O Brasil tem a maior rede de bancos de leite do mundo, mas doações suprem apenas 60% da demanda para bebês internados em UTIs. No Brasil, nascem aproximadamente 3 milhões de bebês por ano, e 14% deles são prematuros ou têm baixo peso (menos que 2,5 quilos). A amamentação é o principal fator de redução da mortalidade infantil, pois diminui a ocorrência de diarreias e infecções, principais causas de morte em recém-nascidos. Estima-se que o aleitamento materno reduza em até 13% a morte de crianças menores de 5 anos por causas preveníveis. O Hospital da Mulher, referência em parto normal e parto humanizado, hoje tem entre 9 a 10% por cento de nascidos prematuros que se alimentam do leite materno doado pelas voluntárias.


A nutricionista do Banco de Leite do Hospital da Mulher Laíne Késsia Freitas Rodrigues, orienta sobre o valor nutricional do leite materno, "é um leite completo em sais minerais , limpídios, carboidaratos, proteinas, água, gorduras e rico em vitaminas que vão suprir as necessidades dos recém nascido". Ela disse que o Ministério da Saúde preconiza amamentação a partir do seu nascimento até os dois anos sendo exclusiva até o sexto mês e complementar até os dois anos de idade.


Vantagens da amamentação


“As vantagens para as mães que amamentam são inúmeras, dentre elas posso citar a prevenção do câncer de mama e do colo do útero. Também evita o sobre peso fazendo com que a mulher volte mais rapidamente para o seu peso normal. É importante citar que qualquer gestante pode se tronar uma doadora voluntária, não há um volume de leite humano determinado para a ordenha, depende do organismo de cada mãe, há mães doadoras que chegam a doar 3 litros de leite por semana e quanto mais tira mais o organismo produz aumentando a quantidade", explicou Laíne.


Quero ser doadora voluntária do Banco de Leite Humano


“O Ministério da Saúde preconiza que o recém nascido seja amamentado à partir do seu nascimento até os dois anos sendo exclusiva até o sexto mês e complementar até os dois anos de idade. A amamentação vai favorecer no desenvolvimento corporal e inteligência do beber e vai prevenir das infecções respiratórias e intestinais, prevenindo também um possível diabetes ou doenças gastro intestinais. O banco de leite acolhe não apenas os bebês mais também as mães que precisam de orientação sobre a amentação e a forma correta para amamentar”, informa a nutricionista.


Local de Coleta


Através do telefone 3602-7156, é feito o agendamento para a visita no período vespertino. Sendo confirmada a doação, esta mãe é orientada a preencher uma ficha cadastral e aguardar a visita da equipe multidisciplinar da instituição. O Hospital da Mulher conta também com a colaboração do Corpo de Bombeiros para a coleta do leite materno de mães voluntárias.

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

6ª Copa WH7 - 27/10/2019 - Profissional AO VIVO - Tvgeral.com.br
Publicidade
Academia First
Vilage
First
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas