Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Saúde

todas as notíciasseta

Agentes de endemias realizam planfletagem no centro comercial

A mobilização aconteceu na manhã desta quarta (30)


30/01/2013 às 06:46h

Agentes de endemias realizam planfletagem no centro comercial
Crédito: Reprodução

 

Centenas de agentes de endemias realizaram panfletagem no centro comercial de Feira de Santana, na manhã desta quarta-feira (30), a fim de alertar aos cidadãos sobre os perigos da dengue e a urgente necessidade de controlar a doença, causada pela picada da fêmea contaminada do mosquito aedes aegypti.

 

A concentração foi no estacionamento em frente do Paço Municipal Maria Quitéria. Divididos em grupos, os agentes distribuíram o material informativo a comerciários e transeuntes, na avenida Senhor dos Passos, rua Marechal Deodoro, calçadão da rua Sales Barbosa e rua Conselheiro Franco, todas com grande densidade.

 

Para a secretária de Saúde, Denise Mascarenhas, o controle da dengue é responsabilidade de todos, mesmo que a coordenação das ações seja das autoridades municipais. “Vamos nos voltar para que todas as pessoas se conscientizem sobre os perigos da dengue”. Ela pediu aos agentes de endemias empenho no trabalho. “Tenho consciência de que todos vocês estão concentrados nesta luta”.

 

A coordenadora interina da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Amarry Morbeck, disse que as pessoas devem saber os perigos que correm ao não participar ativamente do controle da dengue e que a doença mata. Se dirigindo aos agentes, afirmou: “não podemos ficar parados”, conclamando-os ao trabalho com determinação. “Cada um de nós devemos encarnar o personagem de combatente desta doença”.

 

Para ela, é necessária a mudança no comportamento dos cidadãos, ante aos efeitos e prejuízos provocados pela dengue. Analisa ser importante a mobilização social. “É uma rede de combate em prol de uma causa maior. Que façamos um trabalho digno”.

 

A enfermeira Maricélia Maia disse que as ações devem ser urgentes, porque o aedes, ao contrário de algum tempo atrás, se adapta a todas estações do ano e se reproduz normalmente. Para ela, todos devem mudar o comportamento frente a esta situação. “Mas esta mudança vem apenas pela educação. Todos deverão adotar uma postura cidadã para não permitir que o mosquito se prolifere”.

 

A professora-doutora da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Erenilde Cerqueira, que representou o reitor José Carlos Barreto, classificou de “inglória” a luta contra o inseto e que a dengue muito assola o município. Para ela, é necessário que todos façam o dever de casa, que é a prevenção, porque “o mosquito está adaptado às condições oferecidas”.

 

Estiveram presentes representantes do Trigésimo-Quinto Batalhão de Infantaria e Segundo Grupamento de Bombeiros Militares, instituições consideradas parceiras no controle da dengue.

FONTE: Com informações da SECOM/PMFS
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live Lagedor
Publicidade
Estacio  ON
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas