Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 4,146
Euro:   R$ 4,841
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Segurança

todas as notíciasseta

Aspra: mobilização orienta militares sobre greve

O presidente da Aspra explica que os policiais nas ruas é uma manobra do Governo do Estado


10/10/2019 às 10:57h

Aspra: mobilização orienta militares sobre greve
Crédito: Mário Sepúlveda/FE

A Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra) realizou na última quarta-feira (9), uma mobilização na sede do órgão, para orientar os policiais e bombeiros da situação de greve da categoria. “Para os colegas de folga venham para a sede da Aspra, na Avenida Maria Quitéria nº 856, para quem esta de serviço, assume o serviço e permanece na sede da sua companhia”, orienta o presidente da Aspra-Feira, o soldado PM Paulo dos Anjos.


Deflagrada na última terça-feira (8), após quase três meses de impasse, a greve dos policiais militares e bombeiros do Estado da Bahia segue um curso tranquilo. “Estamos em um momento de tranquilidade, é importante que cada profissional resguarde a sua segurança porque, infelizmente, os números mostram que o governo não tem compromisso”, afirma Dos Anjos.


O soldado conta que só em 2017 a Bahia bateu o recorde do Brasil com 7411 homicídios e a polícia estava trabalhando. “Isso demonstra a falta de compromisso do Governo com a segurança do nosso povo. A população já vem sendo prejudicada há muito tempo. De 2007 a 2017, o número de homicídio aumentou 98%. Isso demonstra que o governo não tem política de segurança pública”, diz o PM.


Sobre a adesão da classe, o presidente da Aspra explica que os policiais nas ruas é uma manobra do Governo do Estado. “Em todos os movimentos acontece sempre esse tipo de situação. O governo pega uma quantidade de policiais e oficiais, e coloca nas ruas para dar esse ar de tranquilidade”, e avalia o movimento como positivo. “O que o Governo não esperava aconteceu: uma adesão muito grande de policiais e bombeiros. Então o movimento só vem crescendo, a população tem apoiado, mas infelizmente o Governo tem jogado sujo, com muita mentira, mas a verdade vai prevalecer”, fala.


O que os militares esperam é que o governo se abra para o diálogo com a categoria. “Em 2014 o governo assinou um acordo com a categoria, não cumpriu. São cinco anos da categoria tentando negociar com o governo, se ele se sensibilizar e chamar a categoria para conversar, será a melhor solução para todos. Queremos apenas diálogo”, conclui. 

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

PM Santo Estevão

TVGeral

6ª Copa WH7 - 27/10/2019 - Profissional AO VIVO - Tvgeral.com.br
Publicidade
Academia First
SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO 1119
Vilage
PMFS Qualifica
First
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas