Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 4,146
Euro:   R$ 4,841
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Lutas e Artes marciais

todas as notíciasseta

Pai e filha vão disputar Mundial de Karatê

Alberto e Mila integram a delegação brasileira que viajará para Dublin no próximo dia 20 de agosto


04/08/2019 às 08:04h

Pai e filha vão disputar Mundial de Karatê
Crédito: Divulgação

Caratecas feirenses se preparam para disputar o Campeonato Mundial de Karatê Shotokan, que acontecerá neste mês de agosto, em Dublin, na Irlanda. Dentre os 23 atletas que viajarão para o continente europeu estão o carateca Alberto Moura Lima e a sua filha, Ludimila Lima, que estão se preparando de forma intensa para esta competição muito especial para ambos.

 

Mesmo com mais de 30 anos dedicado ao esporte, este será o primeiro Mundial a ser disputado por Alberto. “No ano passado cheguei a viajar, mas não competi. Apenas participei de cursos de reciclagem, mas agora vou para a disputa que independente do seu resultado é muito importante na minha carreira”, afirmou.

 

Alberto esteve no ano passado disputando o Campeonato Sul-americano na cidade de Temuco no Chile e na oportunidade ganhou duas medalhas de ouro, na categoria 57 a 64 anos. Agora ele é o único baiano e um dos dois atletas brasileiros a disputar as modalidades de kata e kumitê na sua categoria (60 anos em diante). “A responsabilidade aumenta para mim porque tenho que superar as dificuldades, por exemplo de sequer ter uma equipe completa para a disputa. Isso é o que menos importa porque tenho treinado muito para buscar dar o melhor de mim nessa competição”, disse o carateca.

 

Alberto viaja com sua filha, Ludimila Lima, que vai para o Mundial com o know-how de um título pan-americano no currículo, quando também esteve disputando esta competição no ano passado no Chile. “Este será meu segundo Mundial e vou para lá com mais experiência, melhor preparada e quem sabe não volto com o título na bagagem? Vou lutar muito para isso”, disse a garota de 15 anos.

 

Alberto começou a praticar Karatê na década de 80, mas por conta das atividades profissionais resolveu dar uma parada. No entanto, as coisas começaram a mudar, quando a aproximadamente cinco anos, a filha Ludimila resolveu praticar esportes. “Esse foi grande motivo, a inspiração, para que eu retomasse a prática esportiva e não parasse mais. Hoje treinamos juntos, além de competirmos também numa verdadeira troca de experiências tanto para mim como para ela”, explica.

 

Ludimila ficou completamente apaixonada pelo esporte, quando viu o seu pai não só lhe incentivar, mas praticar junto com ela o Karatê. “Até hoje, quando treinamos, tem hora que paro e me pergunto ‘é verdade? Meu pai treina e compete junto comigo?’. É um orgulho para eu treinar e competir com ele e isso só fortalece ainda mais os nossos laços”, ressaltou a adolescente. A mãe, Ester, já é carateca há um bom tempo também, o que é uma situação que enche de orgulho a filha. Ela também vai para a Irlanda, porém apenas vai torcer pelo marido e pela filha “É muito legal a interação que a gente tem porque no dia a dia treinamos juntos, dividimos as mesmas expectativas e um vai dando força para o outro para a família não perca o ritmo e siga com o objetivo de se manter a união através do esporte”, disse Ludimila.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

6ª Copa WH7 - 27/10/2019 - Profissional AO VIVO - Tvgeral.com.br
Publicidade
Academia First
Vilage
PMFS Natal 3
First
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas