Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 4,146
Euro:   R$ 4,841
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Geral

todas as notíciasseta

Feira de Santana tem aumento de 192% nos casos de violência contra idoso

O número de casos de agressão aos idosos em Feira de Santana registrados nos primeiros seis meses do ano já superam todo o ano de 2018


16/06/2019 às 09:55h

Feira de Santana tem aumento de 192% nos casos de violência contra idoso
Crédito: Reprodução

No último sábado (15) foi o Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, porém em Feira de Santana, o evento alusivo a esta data aconteceu na última sexta-feira (14), quando foi promovido um seminário com o tema “Quebrando o silêncio”. O debate aconteceu meio a uma triste realidade: um levantamento feito pelo Núcleo de Prevenção e Enfrentamento da Violência Contra o Idoso mostra que número de casos de agressão aos idosos em Feira de Santana registrados nos primeiros seis meses do ano já superam todo o ano de 2018.


A data foi instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa e o objetivo é justamente buscar conscientizar as pessoas no tocante a prevenção de casos de violência que está crescendo de forma assustadora em Feira de Santana, que ainda não conta com uma unidade policial específica para cuidar desses casos, 2019 já supera todo o ano de 2018, com 287 casos de violência contra o idoso registrado, enquanto em 2018 o órgão contabilizou 98. “É um número absurdo! Somente em maio nós recebemos 40 denúncia e entre os dias 1º de junho a 13, foram 26”, informa Monique Costa, coordenadora do Núcleo de Prevenção e Enfrentamento da Violência Contra o Idoso.


A dirigente diz que a grande parte dos casos de violência contra ao idoso se encaixa entre a violência financeira, negligência e psicológica. A coordenadora explica a importância de registrar a denúncia pelo Disque 100. “O Ministério dos Direitos Humanos quando esteve na cidade disse que Feira tem um perfil para ter uma Delegacia do Idoso, mas infelizmente as pessoas não ligam para disque 100 e eles precisam desses dados quantitativos na central”, informa. “Só nos resta mobilizar a sociedade e buscar a conscientização das pessoas no sentido de que os idosos são cidadãos que merecem todo nosso respeito e precisam viver com dignidade”, complementa.


DISCUSSÕES


O seminário aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde e foi direcionado para médicos, enfermeiros e aos profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf). Segundo Isabela Machado, técnica que atua na Referência em Saúde do Idoso o assunto deve ser amplamente discutido. “As pessoas só se sensibilizam quando a violência se torna física e existem vários outros tipos de violência que os índices têm sido muito altos em Feira, como a violência psicológica e econômica. Então a equipe multiprofissional é essencial neste momento”, conta.


De acordo com Isabela Machado, esses profissionais devem notificar os casos através da ficha, que deverá ser encaminhada para o Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação). “A gente fez esse momento para esta incentivando o profissional a notificar os casos tanto de suspeito quanto de violência propriamente dita. A ficha de notificação pode ser preenchida por qualquer profissional de nível superior e não precisa se identificar. As vezes o profissional tem medo de sofrer represália pelo agressor, que na maioria dos casos é um membro da família”, informa. 

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

PM Santo Estevão II

TVGeral

6ª Copa WH7 - 27/10/2019 - Profissional AO VIVO - Tvgeral.com.br
Publicidade
SECOM - BAHIA AQUI É TRABALHO 1119
Academia First
Vilage
PMFS semana de empreendorismo
First
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas