Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 4,146
Euro:   R$ 4,841
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Esportes

todas as notíciasseta


Série D

Invencibilidade em casa é arma do Bahia de Feira

Time entra em campo neste sábado (25), contra o América-RN, na Arena Cajueiro


25/05/2019 às 12:06h

Invencibilidade em casa é arma do Bahia de Feira
Crédito: Ascom/Bahia de Feira

O Bahia de Feira encara neste sábado (25) o América/RN pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, onde mais do que nunca precisa vencer para seguir com chances matemáticas de classificação para a próxima fase da competição, uma vez que vive a incerteza de ter ou não três pontos debitados na contagem por conta de ter escalado o volante Edimar de maneira irregular na largada do campeonato. Um aliado importante no desafio diante do time potiguar é o seu “santuário” - a Arena Cajueiro - onde o Tremendão segue invicto desde a sua inauguração.


A Arena Cajueiro foi inaugurada no ano passado, mas passou a receber partidas oficiais este ano. Contabilizando jogos do Campeonato Baiano e Série D do Campeonato Brasileiro, o Tremendão realizou sete partidas no seu mando de campo, onde venceu quatro jogos: 2 x 1 Jacuipense; 3 x 0 e 2 x 1 Vitória da Conquista pelo Campeonato Baiano e 3 x 1 Serrano pela Série D nacional. Empatou outros três jogos e coincidentemente pelo mesmo placar: 2 x 2 contra Jacobina, Vitória e Jequié.


Mais do que nunca o Tremendão, que na semana passada endureceu com os americanos ao empatar em 0 x 0 jogando na Arena das Dunas, vai precisar de todas as armas possíveis para vencer o time potiguar para acumular pontos e nas duas rodadas seguintes vencer os confrontos contra o Serrano e América/PE para pensar em classificação para a próxima fase.


O jogo contra o América/RN se tornou dramático porque o Bahia de Feira pode ser punido com a perda de três pontos por ter escalado, o volante Edimar de forma irregular na primeira partida da competição. O clube através do seu Departamento Jurídico deve recorrer da decisão, mas independente disso, o time precisa pontuar sob o risco de não se classificar para a próxima fase do campeonato. Edimar defendeu o Vitória da Conquista na Série D do ano passado e foi expulso na 2ª rodada da competição em um jogo contra o Itabaiana/SE no dia 29 de abril, no Estádio Etelvino Mendonça em Itabaiana. Cumpriu a suspensão automática, porém foi julgado quase 60 dias depois - no dia 25 de junho - e apenado com dois jogos de suspensão, o que significa que ele teria que ficar mais um jogo fora, mas isso não aconteceu. Ele foi julgado no artigo 258, inciso II, do CBJD, que penaliza o atleta por “desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões”.


Um resultado negativo pode deixar as chances matemáticas de uma classificação para a sequência da Série D por “um fio”, ainda mais pelo fato do América/PE receber sem seus domínios o frágil Serrano. “Agora nós temos três finais e precisaremos vencer para que lá na frente não fiquemos dependendo destes pontos. É difícil, mas os atletas precisam se superar. Temos um time qualificado e pelo que jogamos lá em Natal, podemos, sim, vencer o América aqui e dar uma arrancada para nossa classificação”, enfatizou Thiago Souza, presidente do Conselho Deliberativo do Bahia de Feira.


TRAQUILIDADE


O discurso do dirigente é reforçado pelo técnico Quintino Barbosa, o Barbosinha, que nos últimos dias teve um trabalho extra: o de psicólogo. “A missão é evitar que essa situação afete o time em campo. Além de treinar a parte tática e técnica, a gente tem conversado bastante para que os atletas mantenham o foco e busquemos ganhar com inteligência acima de tudo”, frisou Barbosinha.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

FINAL DA 1ª COPA AABB DE FUTSAL - FÚRIA FC X BRUXOS
Publicidade
Academia First
Vilage
Elo Engenharia
Santana
First
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas