Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Saúde

todas as notíciasseta

Estudo em adolescentes previne doenças cardiovasculares

Os estudos foram iniciados ontem com alunos do Colégio Joselito Amorim


15/05/2012 às 10:31h

Estudo em adolescentes previne doenças cardiovasculares
Centro Integrado de Educação Professor Joselito Falcão Amorim | Crédito: Guilherme Andriani

Feira de Santana foi escolhida para fazer parte do Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA), coordenado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), após uma pesquisa levantada pelo Ministério da Saúde apontar que o número de pessoas com diabetes e outros problemas cardiovasculares estar aumentando significativamente no Brasil.

 

No ERICA, serão ouvidos 75 mil estudantes de todo o País, com a finalidade de avaliar os fatores de risco de doenças cardiovasculares em jovens entre 12 e 17 anos que podem ser desenvolvidas por conta dos maus hábitos alimentares da atualidade.

 

O Centro Integrado de Educação Professor Joselito Falcão Amorim, o Colégio da Polícia Militar e o Colégio Intelecto são as três escolas feirenses sorteadas dentre as mais de mil a serem pesquisadas no Brasil.

 

A primeira etapa da pesquisa consiste num projeto pilotoque nas cidades de Feira de Santana (Bahia), Rio de Janeiro (capital), Cuiabá (Mato Grosso), Campinas e Botucatu (interior de São Paulo) – que ouvirá cerca de 200 adolescentes por cidade. O resultado da primeira etapa (projeto piloto) deve sair até setembro deste ano.

 

Dentre os instrumentos de avaliação estão: questionário para saber fatores biológicos, hábitos alimentares e de atividade física, antropometria (medidas de peso e estatura, aferição de pressão) e recordatário alimentar (questionário via computador de mão em que os adolescentes pesquisados apontam o que ingeriram nas últimas 24 horas).

 

Após essa etapa, dois terços dos participantes farão exame de sangue para verificar tipo sanguíneo, glicemia, triglicérides e colesterol, entre outros. Os estudantes que em seus exames apontarem fatores de risco, serão encaminhados às unidades de competência municipal e estadual para acompanhamento.

 

AÇÃO

 

No Centro Integrado de Educação Professor Joselito Falcão Amorim a coleta de dados iniciou-se ontem e vai até amanhã. Na unidade, foi reservada uma sala para o ERICA, onde os estudantes, após aprovação dos pais e mediante assinatura do Termo de Consentimento, são atendidos por uma equipe de sete profissionais especializados e supervisionados pela coordenadora regional do estudo, a endocrinologista feirense Ana Mayra Andrade de Oliveira.

 

De acordo com a coordenadora regional, o crescimento no número de brasileiros com problemas cardiovasculares se por conta, principalmente, da falta ou pouca atividade física. “O número de pessoas com esses problemas está crescendo, devido à epidemia da obesidade e do sedentarismo. Atualmente, as pessoas realizam menos exercícios e o nosso foco nos adolescentes é no intuito da prevenção,” explica.

 

Chamando a atenção das autoridades políticas, Ana Mayra Andrade ressalta que é preciso criar mais espaços públicos para atividades físicas, a fim de evitar maiores problemas de saúde na população.

 

A diretora da unidade Joselito Amorim, professora Marta Graça Lima, afirma que o estudo é muito importante para a cidade, uma vez que as unidades educacionais do município não possui nutricionista exclusivo, sendo apenas um ou dois para toda a rede. “Em nossa escola, por exemplo, temos cerca de 1.330 alunos e nossa cantina oferece, costumeiramente, arroz, feijão, frango e suco de frutas. Com esse estudo, poderemos avaliar em que podemos melhorar,” ressalta.

 

Confira a cobertura completa na edição de hoje do Jornal Folha do Estado

FONTE: Folha do Estado
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live com responsável pelo maior Hub de inovação e empreendedorismo do interior da Bahia: Breno Caires.
Publicidade
GOV BA
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas