Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 3,767
Euro:   R$ 4,369
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Municípios

todas as notíciasseta


Taxa de desemprego registra 17,9% no 1º trimestre, diz IBGE

O quadro também foi de aumento da taxa de desocupação tanto no município de Salvador quanto na região metropolitana da capital


17/05/2018 às 11:52h

Taxa de desemprego registra 17,9% no 1º trimestre, diz IBGE
Crédito: Reprodução

No 1º trimestre de 2018, a taxa de desocupação na Bahia ficou em 17,9%, maior que a verificada no 4º trimestre de 2017 (15,0%), porém abaixo da taxa do 1º trimestre de 2017 (18,6%), que havia sido a maior da série histórica.


Foi a segunda mais elevada dentre os 27 estados, abaixo apenas do Amapá (21,5%), e teve o segundo maior aumento em relação ao 4º trimestre de 2017, abaixo apenas do crescimento da taxa em Sergipe (de 13,4% para 17,1%). Ficou ainda bem acima da taxa para o Brasil como um todo (13,1%).


O quadro também foi de aumento da taxa de desocupação tanto no município de Salvador quanto na região metropolitana da capital.


Em Salvador, a taxa de desocupação ficou em 15,7% no 1º trimestre deste ano, mostrando tendência de alta frente ao 4º trimestre (13,6%) e ao 1º trimestre de 2017 (15,3%). Foi a oitava maior taxa entre as capitais.


Já a taxa de desocupação da RMS (19,2%) teve forte aceleração frente ao 4º trimestre de 2017 (16,5%) e aumentou também em relação ao 1º trimestre do ano passado (18,3%), ficando como a quinta maior taxa entre as regiões metropolitanas do país.


Na Bahia, a taxa de desocupação (17,9%) foi resultado, por um lado, da redução de 256 mil pessoas (-4,2%) na população ocupada (trabalhando), estimada em 5,885 milhões de pessoas, no 1º trimestre. Frente ao 1º trimestre de 2017, a perda de postos de trabalho foi menor, -23 mil (-0,4%), uma estabilidade estatística.

 

Por outro lado, no estado, a população desocupada (que não estava trabalhando e procurava trabalho), estimada em 1,286 milhão de pessoas, aumentou em relação ao 4º trimestre de 2017 (+203 mil pessoas, um crescimento de 18,8%). Frente ao 1º trimestre do ano passado, porém, o número de desocupados indicou uma redução (-60 mil pessoas ou -4,5%), que ainda é considerada estabilidade estatística.


Essas movimentações foram bem parecidas tanto na cidade de Salvador quanto na região metropolitana da capital – ambas apresentando queda no número de pessoas trabalhando e aumento entre os que procuravam trabalho.


O total de trabalhadores em Salvador no 1º trimestre de 2018 foi de 1,453 milhão de pessoas, menos 52 mil em relação ao 4º tri/17 e menos 14 mil em relação ao 1º trimestre do ano passado. Já a população desocupada (271 mil pessoas) aumentou em 33 mil pessoas frente ao 4º trimestre e em 6 mil pessoas frente ao 1º tri/17.


Os ocupados na região metropolitana de Salvador somaram 1,860 milhão no 1º trimestre do ano, -61 mil pessoas em relação ao 4º tri/17 e -13 mil frente ao 1º tri/17. Já os desocupados (442 mil) eram 62 mil mais que no fim do ano passado e 22 mil a mais que no 1º tri/17.

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Prefeitura Municipal de Feira de Santana - Segue em frente
Publicidade
Vilage
FNR 2018
Corridas
Vilage Marcas e Patentes
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas