Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Educação

todas as notíciasseta

Índices do Ideb crescem em Feira de Santana

Investimentos na área serão avaliados em 2014


26/10/2012 às 05:22h

Índices do Ideb crescem em Feira de Santana
Crédito: SECOM/PMFS

O resultado dos investimentos aplicados pela Prefeitura de Feira de Santana na rede municipal de ensino será refletido no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) a partir de 2014. A informação é do secretário municipal de Educação, José Raimundo de Azevedo.

 

Os alunos que iniciaram o 1º ano do Ensino Fundamental I em 2009, explica o secretário, serão avaliados em 2014; enquanto os estudantes da Educação Infantil serão submetidos às provas em 2017. Na última avaliação do Ideb, 28 escolas da rede municipal superaram a meta estabelecida pelo Ministério da Educação para o ano de 2011, e muitas outras apresentam resultado positivo em comparação ao desempenho anterior, medido no ano de 2009.

 

O Centro de Educação Básica, por exemplo, obteve melhor avaliação nas séries iniciais do ensino fundamental (a antigasérie, hojeano). A escola obteve nota 6.1 e superou a meta prevista pelo MEC, que era de 6.0. Segundo o secretário, a melhoria da educação passa por três pontos essenciais.

 

“O primeiro deles é a melhoria da estrutura física, o segundo é a formação continuada dos professores e o terceiro a melhoria de salários. Dentro de praticamente quatro anos, o Governo Municipal ofereceu todas essas melhorias”, afirma Azevedo, acrescentando que o reajuste salarial sempre foi acima da inflação.

 

Além disso, o Plano de Cargos e Salários dos professores sofreu melhorias, foram criadas as referências G e H para aqueles que têm mestrado e doutorado, e a função de gratificação dos diretores foi dobrada. “Como se , foi feito tudo que era possível para melhorar a educação do Município. Agora vamos aguardar o reflexo desse investimento na próxima avaliação do IDEB”, pontua.

 

O Ideb é medido a cada dois anos e o objetivo é que o país, a partir do alcance das metas municipais e estaduais, tenha nota 6 em 2022 – correspondente à qualidade do ensino em países desenvolvidos.

FONTE: Secom/PMFS
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live Afrodisíaco com Pierre Onassis
Publicidade
Estacio  ON
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas