Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Saúde

todas as notíciasseta

Atividades educativas marcam passagem do Dia de Combate a Asma

Hoje, cerca de três mil pessoas estão recebendo algum tipo de acompanhamento do ProAr


03/05/2012 às 09:06h

Atividades educativas marcam passagem do Dia de Combate a Asma
Reprodução

Considerado um problema sério de saúde pública, que poderia ser evitado com a adesão aos tratamentos por parte dos pacientes, a asma ainda é responsável por seis mortes diárias no Brasil. A passagem do Dia Mundial de Combate a Asma, comemorado na última terça-feira, foi mais uma oportunidade de reforçar o alerta para a população em geral sobre a doença que pode ser tratada e controlada.

 

A data será lembrada em Feira de Santana com atividades educativas que serão realizadas hoje, das 8h às 17h, pelo Programa de Asma e Renite Alérgica (ProAr), no Centro de Saúde Especializado (CSE) Dr. Leone Coelho Leda.

 

Atualmente, cerca de três mil pessoas, dentre crianças e adultos, que sofrem de asma em estágio considerado grave estão sendo acompanhados pela equipe do programa. Segundo o pneumologista e coordenador do ProAr, Ivan dos Santos Silva, é necessário conscientizar as pessoas para a importância do tratamento da asma, que os medicamentos garantem uma boa mudança no quadro do paciente.

 

“O grande desafio é a adesão ao tratamento, pois a asma não controlada sobrecarrega muito os serviços de saúde e a família dos asmáticos. O custo para os atendimentos de emergência é muito alto, além de fazer com que pacientes faltem à escola e ao trabalho”, pontua.

 

Ainda de acordo com Ivan dos Santos Silva, a realização do tratamento permite que o número de crises seja reduzido ao mínimo possível. “Quem tem asma sabe que o tratamento é para a vida toda. O objetivo é que com o controle da doença o paciente possa exercer todas as suas atividades como uma pessoa normal”, destaca, acrescentando que “quando o tratamento é interrompido, o paciente corre o risco de morte".

 

O tratamento e medicação para o controle da asma ou renite alérgica são oferecidos gratuitamente pelo ProAr, que antes de iniciar o acompanhamento do paciente realiza a espirometria (exame que avalia a função pulmonar e identifica a gravidade da doença). Para serem atendidos pelo programa, os pacientes devem ser encaminhados pelas Unidades de Saúde da Família (USF) e Unidades Básicas de Saúde (UBS).

 

A equipe do programa é composta por pneumopediatras, pneumologista, enfermeiro e auxiliares de enfermagem, que realizam diariamente 40 atendimentos. De acordo com o Ministério da Saúde, em 2011 a asma foi responsável por 174.500 mil hospitalizações e, entre 2005 e 2009 a asma matou 11.576 pessoas.

 

A DOENÇA

A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas que faz com que estas fiquem inchadas e com secreção. Em geral se inicia na infância, mas pode acontecer em qualquer idade. Fatores ambientais e genéticos são relacionados à doença, que se caracteriza por sintomas recorrentes de falta de ar, chiado, tosse e aperto no peito.

FONTE: Secom/PMFS
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO

TVGeral

Live Mareô com canções consagrada, mesclando com o que há de melhor do ritmo na atualidade.
Publicidade
PMFGS Covid
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas