Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Cultura e Eventos

todas as notíciasseta

Arquidiocese celebrou Jubileu de Ouro com centenas de fieis

Desde 1995 o arcebispo Dom Itamar Vian lidera a Arquidiocese em Feira de Santana


23/07/2012 às 09:42h

Arquidiocese celebrou Jubileu de Ouro com centenas de fieis
Crédito: Reprodução/Secom/PMFS

 

Fundada em 21 de julho de 1962, a Arquidiocese de Feira de Santana completou no último sábado (21) 50 anos. No entanto, para facilitar a participação de todos os municípios que compõem a arquidiocese, a comemoração foi realizada no domingo (22), a partir das 14 horas, na rua Olimpio Vital, ao lado do Terminal Central.

 

A abertura do grande dia foi marcada com a realização de shows de diversos intérpretes da música católica. Em seguida, às 16 horas, o arcebispo Dom Itamar Vian celebrou a Missa Festiva do Jubileu de Ouro. Nesse momento, outros padres, diáconos e demais autoridades católicas tiveram participação direta. Às 18h, os músicos voltaram para trazer canções que alegrarão o coração dos fiéis.

 

Por ação do papa João Paulo II, falecido em 2005, a diocese de Feira de Santana foi elevada à categoria de arquidiocese em 2003 e passou a abranger 19 cidades e 34 paróquias que, atualmente, estão sob o sacerdócio do arcepisbo metropolitano Dom Itamar Vian.

 

Desde a sua fundação, em 1962, a então Diocese de Feira de Santana contou com a direção de dois bispos: o primeiro, Dom Jacson Berenguer Prado (1962-1971) e o segundo, Dom Silvério Jarbas Paulo de Albuquerque, que liderou a diocese por 22 anos (1973-1995). Atualmente, Dom Silvério é bispo emérito.

 

Sua saída foi a porta de entrada do bispo Dom Itamar Vian, na distante década de 1990. Oito anos depois, em 2003, Dom Itamar foi elevado à graduação de arcebispo metropolitano de Feira de Santana. Em entrevista à equipe do Folha, ele falou da importância que esta celebração tem para todos os católicos da cidade.

 

“A arquidiocese de Feira de Santana tem assumido três situações. Primeiro, olhar para o passado e ver o que se realizou nesses 50 anos; segundo, analisar a situação do momento da Arquidiocese; terceiro, assumir compromissos para os próximos anos. E foi isso que realizamos durante o ano inteiro. Abrimos a celebração do Jubileu de Ouro da Arquidiocese de Feira de Santana na festa de Sant’Anna de 2011”, relatou o arcebispo.

 

O colunista Oydema Ferreira, devoto de Nossa Senhora Sant’Anna, observa que “a expansão da Arquidiocese tem sido boa, apesar de estarmos precisando de pastores religiosos, padres. Porque, apesar do crescimento propagado dos evangélicos, nós ainda somos maioria. Com isso, precisamos que o número de padres cresça junto com o número de fiéis”, contou.

 

Ele também fala em relação às expectativas para a festa do Jubileu. “Essa, com certeza, será uma grande festa. Os católicos costumam ser fiéis. Mais uma vez, será uma grande realização”, disse.

 

Os sacerdotes que realizaram trabalhos marcantes dentro da Arquidiocese foram: Monsenhor Amílcar; Monsenhor Sabaca Aderbal de Miranda, criador da Diocese e da igreja Senhor dos Passos; Monsenhor Mário Pessoa, fundador do asilo Padre Ovídio; Monsenhor Renato Galvão, um grande pesquisador, e Padre Abel Pinheiro, que deu grande dinâmica à festa de Sant’Anna.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Desafio dos Craques, com a presença de Jorge Wagner
Publicidade
Corre que cura
DESAFIO CORRER É VIDA
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas