Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Copa 2014

todas as notíciasseta

Capitão, Thiago Silva aposta em Willian para substituir Neymar

Zagueiro valorizou os possíveis substitutos de Neymar contra a Alemanha, terça, em Belo Horizonte, na semifinal da Copa do Mundo


06/07/2014 às 06:53h

Capitão, Thiago Silva aposta em Willian para substituir Neymar
Crédito: Reprodução

O capitão da seleção brasileira teve sobriedade para analisar o corte de Neymar da Copa do Mundo. Sem demonstrar descontrole ou apontar culpados pelo lance em que o lateral-direito Camilo Zuñiga, da Colômbia, acertou uma joelhada nas costas do brasileiro, Thiago Silva valorizou os possíveis substitutos de Neymar contra a Alemanha, terça, em Belo Horizonte, na semifinal da Copa do Mundo.


Para o capitão, que também não enfrenta os alemães (mas por estar suspenso), Willian e Bernard podem ser titulares da seleção sem perda de qualidade no time, principalmente o primeiro.


“Acredito muito no Willian, que basicamente tem as mesmas características e se for o momento dele tenho certeza que ele vai suprir a ausência do Neymar”, disse o zagueiro. “Um cara que vai para cima, obediente na parte tática. E isso é importante. Nesse momento é que a gente mostra a força do grupo, mesmo em grandes dificuldades”, completou.


Willian falou com os jornalistas depois da partida contra a Colômbia sem saber a gravidade do que aconteceu com Neymar. Sobre a possibilidade de jogar, ele foi confiante e disse que pode ser o escolhido. “Neymar é um baita jogador. Uma referência para nosso time, mas sempre estive pronto para qualquer ocasião. Estarei pronto, mas quem decide quem vai jogar é o professor Felipão”, disse Willian.


Willian jogou 39 minutos nesta Copa, sempre entrando no segundo tempo. Enfrentou México, Camarões e Chile. Perdeu um dos pênaltis na disputa contra os chilenos nas oitavas. Substituiu Oscar duas vezes e Neymar uma, contra Camarões. Felipão o vê como reserva imediato de Oscar, mas pode pensar alguma outra variação.


Para Thiago Silva, o momento é de encontrar forças e não lamentar. “É difícil. A gente perde o nosso jogador diferencial. Acredito que um dos mais importantes quando se trata de Copa do Mundo. Mas o grupo tem de ser mais forte que o individual. Temos de estar preparados, independente da ausência”, disse o capitão.


O zagueiro avalia que o lance de Zuñiga é interpretativo. Não sabe se houve maldade, ainda que avalie que ele tenha sido imprudente na jogada. “Neymar é um menino que sonhou tanto com esse momento. Não sei ainda se foi maldade, ou não, mas é impossível tomar uma bola que está na sua frente, na frente do adversário. Não tem como você meter o joelho e você passar por dentro. Mas nesse aspecto, alguns entendem de um jeito, outros de outra”, avaliou.

FONTE: Tribuna da Bahia
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO

TVGeral

Live Maryzelia
Publicidade
Estácio
BAHIA AQUI É TRABALHO
Live Mercante
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas