Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 4,146
Euro:   R$ 4,841
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Copa 2014

todas as notíciasseta

Nos pênaltis, arma secreta põe Holanda na semifinal

A Costa Rica vendeu caro a eliminação para a Holanda


05/07/2014 às 07:59h

Nos pênaltis, arma secreta põe Holanda na semifinal
Getty Images

Durante 120 minutos, a Holanda tentou de tudo. Tabelas pelo meio da área, jogadas em velocidade pelas pontas, bolas aéreas. Com Arjen Robben, Robin Van Persie e Wesley Sneijder comandando o ataque, a atual vice-campeã mundial carimbou três vezes a trave e parou meia dúzia de vezes no goleiro Keylor Navas. Após o zero a zero, Restou ao técnico Louis Van Gaal apelar para uma arma secreta - tão secreta que só saiu do banco nos descontos do tempo extra.

 

O goleiro Tim Krul, que entrou no lugar de Jasper Cillessen só para os pênaltis, defendeu duas cobranças, dando à Holanda a vitória por 4 a 3 em cima da Costa Rica e uma vaga nas semifinais da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. A duelo por um lugar na final será contra a Argentina, em São Paulo, às 17h da próxima quarta-feira.

 

A Costa Rica tentava se fechar e buscar contra-ataques, mas a Holanda segurava a bola e cedia pouso espaço. Aos poucos, a equipe europeia foi encontrando o caminho. A primeira chance veio em uma triangulação que terminou com Navas defendendo chutes seguidos de Van Persie e Sneijder. Pouco depois, foi Depay quem chutou cruzado e viu o goleiro costarriquenho rebater. Navas também brilhou quando foi no ângulo direito espalmar uma cobrança de falta quase perfeita de Sneijder. A Costa Rica teve só uma boa chance, que veio aos 34, em uma jogada aérea. Celso Borges improvisou uma bicicleta, mas viu o tiro ser bloqueado pela defesa.

 

A Holanda voltou dos vestiários ainda mais agressiva, quase sempre baseando-se em arrancadas de Robben, que puxava a marcação e dava espaço a seus companheiros. A Costa Rica, contudo, se defendia bravamente, inclusive fazendo uso de uma eficiente linha de impedimento. O zero a zero quase saiu do placar quando Sneijder acertou a trave em uma cobrança de falta aos 37. Aos 39, Navas defendeu um chute de Van Persie, que fez ótima jogada dentro da área. O drama só aumentou com o tempo e, já nos descontos, com Navas batido no lance, Van Persie chutou para o gol e viu Tejeda desviar a bola o suficiente para que a bola batesse no travessão antes de sair. Foi a última chance antes da prorrogação.

 

No tempo extra, houve mais do mesmo. Pressão da Holanda, marcação da Costa Rica e muito drama. A três minutos do fim, Ureña encaixou o primeiro contra-ataque e ficou livre para chutar, mas Cillessen defendeu com as pernas. Dois minutos depois, Sneijder disparou de fora e bateu Navas, mas carimbou o travessão. O empate persistiu, e vieram os pênaltis, mas não antes de uma substituição pouco comum na Holanda. Nos acréscimos, o técnico Louis Van Gaal trocou os goleiros: Krul no lugar de Cillessen.


A manobra deu certo. Enquanto Van Persie, Robben, Sneijder e Kuyt converteram suas cobranças, Krul parou os pênaltis de Ruíz e Umaña, impulsionando a Holanda para as semifinais contra a Argentina.

FONTE: Site oficial
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

CORONAVIRUS

TVGeral

Confira como foi a a Corrida TPM Análise realizada dia 08 de março em Feira-Ba
Publicidade
Vilage
Santana
PMFS Coronavirus
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas