Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Copa 2014

todas as notíciasseta

Zagueiro brasileiro lidera lista dos melhores da Copa

O Brasil é a seleção que mais desarmes fez na competição (79), o que deixa claro que não são só os dois zagueiros que estão trabalhando para valer defensivamente


02/07/2014 às 03:28h

Zagueiro brasileiro lidera lista dos melhores da Copa
Crédito: ©Getty Images

Neymar pode até ser o representante ideal desta Copa do Mundo brasileira, mas as razões da presença dos anfitriões nas quartas de final, em que enfrentarão a Colômbia, podem ser encontradas bem mais atrás no esquema de Luiz Felipe Scolari. É o que mostra a classificação do Índice Castrol desta semana.


"Os destaques do Brasil foram Thiago Silva, David Luiz e Júlio César", escreveu Tostão em sua coluna diária após a tensa decisão por pênaltis que terminou com a vitória sobre o Chile nas oitavas. Os dois zagueiros da equipe de Scolari aparecem entre os dez melhores do Índice Castrol, junto a Neymar. David Luiz, aliás, assumiu a primeira colocação após marcar o gol brasileiro – completando o desvio de cabeça de Thiago Silva –, converter sua cobrança nas penalidades máximas e interceptar de forma impressionante o chute de Charles Aránguiz no primeiro tempo do jogo. Tudo isso ajudou o jogador do Chelsea a aumentar sua pontuação na classificação e chegar aos 9,79.


O Brasil é a seleção que mais desarmes fez na competição (79), o que deixa claro que não são só os dois zagueiros que estão trabalhando para valer defensivamente. Vai ser interessante ver como a equipe lidará com as ameaças de uma Colômbia cujo principal nome é James Rodríguez, segundo colocado do Índice após o término das oitavas de final.


Os melhores momentos de Rodríguez no Brasil 2014 com certeza darão um vídeo espetacular, ainda mais incluindo o primeiro de seus dois gols contra o Uruguai, em que dominou a bola com o peito e, sem deixá-la tocar o chão, acertou um chute de longa distância. Ele se tornou o primeiro jogador a marcar nos quatro jogos iniciais de uma Copa do Mundo desde Ronaldo e Rivaldo em 2002. É importante deixar claro que James só caiu para a segunda posição no Índice porque os jogadores recebem pequenas punições quando atuam menos minutos do que os outros – e ele só entrou no segundo tempo da partida de sua seleção contra o Japão.


Dois novos nomes entre os dez melhores são o lateral-esquerdo belga Jan Vertonghen e o zagueiro suíço Johan Djourou. Qualquer pessoa que assistiu à épica vitória da Bélgica sobre os EUA na noite desta terça-feira deve ter ficado impressionada com a exibição destemida de Vertonghen na lateral, com várias arrancadas, cruzamentos perigosos e passes buscando companheiros com condições de bater a gol. Somem-se a isso os três chutes que ele deu à meta de Tim Howard e fica fácil saber por que ele subiu da 20ª para a quinta posição no Índice.


Já Djourou aparece em nono depois do esforço realizado em uma seleção suíça que ficou a dois minutos de levar para os pênaltis o jogo com a Argentina em São Paulo. A contribuição do jogador do Hamburgo se destaca por seus números defensivos. Suas 21 tentativas de afastar a bola em ataques adversários só são superadas pelas 22 do chileno Gary Medel. Além disso, o suíço lidera em total de interceptações (sete) no torneio, ao lado do americano Geoff Cameron e do croata Vedran Corluka.


Outros dois nomes conhecidos na última parcial do Índice são o terceiro colocado Karim Benzema e o quarto lugar Arjen Robben, que subiram uma posição cada. Apesar de Benzema não ter marcado contra a Nigéria, ele deu mais quatro chutes a gol, enquanto Lionel Messi, 11º colocado, só conseguiu acertar um diante da Suíça. Benzema é o jogador com mais chutes a gol na competição (19), e um bom indicador da constante ameaça que ele representa para as defesas rivais é o fato de que todos, exceto um, foram de dentro da área. Quanto a Robben, ele foi decisivo mais uma vez para Holanda, que passou no sufoco pelo México. Não será surpresa alguma saber que o jogador do Bayern de Munique tem o maior número de jogadas individuais que terminam na área adversária (dez).


A lista completa dos dez primeiros do Índice Castrol após as oitavas de final é a seguinte:


1 - David Luiz, Brasil (9,79)
2 - James Rodríguez, Colômbia (9,74)
3 - Karim Benzema, França (9,7)
4 - Arjen Robben, Holanda (9,66)
5 - Jan Vertonghen, Bélgica (9,62)
6 - Neymar, Brasil (9,59)
7 - Thiago Silva, Brasil (9,56)
8 - Ivan Perisic, Croácia (9,53)
9 - Johan Djourou, Suíça (9,5)
10- Thomas Müller, Alemanha (9,48) 

FONTE: Site oficial
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live Os HOMENS SEM SENTIMENTOS
Publicidade
Estacio  ON
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas