Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Copa 2014

todas as notíciasseta

CR7 balança as redes, mas Portugal volta para casa

A equipe portuguesa precisava de um autêntico milagre para chegar às oitavas de final


26/06/2014 às 03:31h

CR7 balança as redes, mas Portugal volta para casa
Crédito: ©Getty Images

Portugal disse adeus à Copa do Mundo da FIFA com uma vitória, por 2 a 1, sobre o Gana, insuficiente para a equipe conseguir o milagre da classificação para as oitavas de final.


A equipe portuguesa precisava de um autêntico milagre para chegar às oitavas de final – uma goleada sobre Gana e o triunfo dos germânicos sobre os norte-americanos -, mas não conseguiu melhor do que um sucesso magro sobre o Gana que, pelo menos,evitou que Portugal se despedisse, pela primeira vez na sua história, de um Mundial sem ganhar qualquer jogo.


O decisivo duelo de Brasília até não começou nada mal para as cores portuguesas. Necessitando de uma goleada e de uma vitória alemã frente aos norte-americanos para seguir em frente, Portugal entrou ao ataque e criou várias oportunidades de gol. Até aos 20 minutos, Cristiano Ronaldo, acertou na barra e obrigou Dauda a duas intervenções de grande nível.


O gol surgiu aos 30 minutos de jogo, nesse caso, a sorte até esteve do lado luso.Na tentativa de cortar um cruzamento de Miguel Veloso, Boye marcou um gol contra. Em vantagem, a equipa europeia apertou ainda mais, mas Dauda voltou a mostrar toda a sua classe, ao defender as tentativas de Ronaldo, e a ver Rúben Amorim atirar ao lado.


Boas e más notícias


Christian Atsu foi o mais perigoso dos ganeses no primeiro tempo, mas após o intervalo o cenário foi diferente. Apenas dois minutos depois de a Alemanha se ter colocado em vantagem frente aos EUA, Gana empatou a partida, com um belo cruzamento de Kwadwo e o desvio de cabeça de Asamoah Gyan, gol que praticamente acabava com o sonho luso.


O empate não servia a nenhuma das seleções e o jogo abriu por completo, com os lances de perigo a surgirem perto das duas balizas. Quem aproveitou foi Portugal e, concretamente, Cristiano Ronaldo, balançou às redes na Copa 2014 e recolocou os lusos em vantagem a dez minutos do fim.


A festa do astro do Real Madrid e do resto da equipa foi bem tímida. Afinal, Portugal precisava de mais três gols para seguir em frente, o tempo passava e Dauda defendia tudo o que podia. Não deu para o milagre, mas Portugal não saiu do Brasil sem sentir o gosto da vitória... ainda que amarga.  

FONTE: Site oficial
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live Lagedor
Publicidade
Estacio  ON
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas