Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Copa 2014

todas as notíciasseta

Messi de novo, para a alegria do povo!

Na terceira partida dos argentinos pela fase de grupos, o camisa 10 foi, mais uma vez, cirúrgico


25/06/2014 às 04:08h

Se ainda havia gente disposta a argumentar que, com a camisa argentina – e especificamente na Copa do Mundo da FIFA -, Lionel Messi não fazia jus à condição de um dos maiores jogadores de sua geração, o Brasil 2014 está servindo para acabar com a discussão. Mas acabar mesmo.


Na terceira partida dos argentinos pela fase de grupos, o camisa 10 foi, mais uma vez, cirúrgico: não participou obsessivamente das jogadas de ataque - até porque foi substituído, para ser poupado, no início da segunda etapa -, mas em alguns poucos lances construiu a vitória dos argentinos por 3 a 2: primeiro, abrindo o placar logo aos três minutos, aproveitando rebote de Di María - outro destaque do ataque sul-americano -e, antes do final da primeira etapa, devolvendo a liderança à albiceleste com um golaço de falta.

 

Assim, Messi chegou a quatro gols em três jogos, assumiu a liderança da artilharia da Copa ao lado de seu companheiro de Barcelona, Neymar, e se tornou o primeiro argentino desde Corbatta, em 1958, a marcar nos três jogos da fase de grupos - além de o primeiro gol de falta dos argentinos em Copas desde 1982.


Logo após cada um dos gols do argentino, outro artilheiro tratou de trazer graça à partida: Ahmed Musa empatou duas vezes o jogo, no minuto seguinte ao primeiro gol e logo no início da segunda etapa. No final das contas, foi com Rojo que os comandados de Alejandro Sabella fecharam a primeira fase com 100% de aproveitamento no Beira-Rio e confirmaram a liderança do Grupo F.


Os argentinos agora viajam a São Paulo, onde, na terça-feira, dia 1º de julho, têm pela frente o segundo colocado do Grupo E – que será definido ainda nesta quarta-feira. Para a Nigéria, única equipe da Copa que ainda não havia sofrido gols, a derrota teve uma considerável dose de consolo: não só porque a equipe jogou bem, marcou dois gols e ainda viu seu goleirão Vincent Enyeama ter outra bela exibição, mas porque o resultado ainda assim manteve os africanos no segundo lugar da chave, com quatro pontos, já que o Irã perdeu para a Bósnia e Herzegovina. O time de Stephen Keshi, então, vai a Brasília para encarar o líder do Grupo E, na segunda-feira, dia 30. 

FONTE: Site oficial
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live Lagedor
Publicidade
Estacio  ON
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas