Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Economia

todas as notíciasseta

Aumento do IPI não influenciará nas vendas segundo gerentes

O aumento passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2014, e a alíquota dos carros populares (1.0), que hoje está em 2%, passa a ser de 3%.


30/12/2013 às 09:42h

O Governo anunciou na última terça-feira (24) o aumento gradual no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para veículos. O aumento passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2014, e a alíquota dos carros populares (1.0), que hoje está em 2%, passa a ser de 3%. Em Feira de Santana, de acordo com setores do comércio automotivo, esta situação não deve influir no volume de vendas na cidade.

Cláudio Valverde, gerente de vendas da Norauto, revendedora da Ford, afirmou que as vendas em 2013 foram muito boas, devido à redução do IPI, e acredita que o aumento não vai influenciar muito nas vendas no próximo ano. “Houve um crescimento maior que o mercado, então, foi muito positiva a redução do IPI. A porcentagem de aumento varia dependendo do modelo, tem modelo que aumenta 1%, outros até 5%, mas, sinceramente, a gente não acha que isso vai retrair o mercado. O mercado está muito aquecido, as pessoas consomem do mesmo jeito, juros sobem e baixam e as pessoas continuam comprando, o mercado continua crescendo”, explica.

Cláudio diz que é possível que as vendas em janeiro tenham um pouco de retração, mas que isso só acontece até que o mercado passe a entender o novo preço, voltando ao normal nos próximos meses. Ele explica que o aumento passa a valer em janeiro para os novos carros fabricados, mas que a concessionária pode colocar o aumento nos carros que já tem. “Vale para os carros que a montadora faturar para a concessionária a partir de janeiro, os carros em estoque a gente comprou com o preço antigo, mas isso depende muito da política da concessionária e da montadora. Da última vez que teve aumento de IPI, algumas montadoras mantiveram o preço antigo no estoque, e outras não. Os carros que estão em estoque, nós também temos o direito de aumentar o preço, mas depende de como o mercado se comporte”.

O aumento de 3% em carros populares deve valer até 30 de junho de 2014, até nova avaliação do governo, que decidirá se deve haver novo aumento, de 7%. Para os carros com motor entre 1.0 e 2.0 flex, a alíquota de 7% sobe para 9%, também em janeiro, e pode subir para 11% em julho. Os carros com motores entre 1.0 e 2.0 que usam apenas gasolina, a alíquota sobe de 8% para 10%, podendo ir para 13% em julho. Veículos utilitários terão alta de 2% para 3% e, a partir de julho, o imposto pode ir a 8%. Para os utilitários usados para transporte de carga, a variação será a mesma agora, mas em julho pode ir para 4%.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO

TVGeral

Live Forró Balão Beijo
Publicidade
Estácio
BAHIA AQUI É TRABALHO
Live Mercante
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas