Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Política

todas as notíciasseta

Zé Neto diz que denúncias precisam ser apuradas

O deputado acredita que a prefeitura Municipal tem que fazer um recadastramento urgente do Programa em Feira de Santana


15/11/2013 às 02:20h

Na opinião do deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto (PT), não só os beneficiários do Programa Minha Casa Minha Vida, mas toda a população de Feira de Santana precisa de uma resposta sobre as denúncias envolvendo o programa na cidade.


De acordo com o deputado Feira de Santana tem 30 mil unidades do Programa Minha Casa Minha Vida, com investimentos de quase dois bilhões. “Só em Feira de Santana já são 20 mil casas, para famílias que recebem de até 3 salários mínimos, e 10 mil para famílias que tem renda de 3 a 10 salários. São 30 mil unidades, que multiplicada por  quatro, dá um total de 120 mil pessoas que moram ou estão já prestes a receber uma casa do programa. Se a cidade possui  cerca de 600 mil habitantes, isso que dizer que a cada 6 habitantes, 2 são beneficiados pelo programa ”, destacou o parlamentar.


Na oportunidade, Zé Neto parabenizou o empenho do Governo do Estado e da Caixa Econômica Federal. “Ambos são os grandes responsáveis pelo sucesso do programa em Feira de Santana. As 30 mil unidades vêm de um trabalho consistente do governo Federal e do governo Estadual e tem o munícipio como parceiro”, disse.


Com relação às denúncias de irregularidades envolvendo o Programa Minha Casa Minha Vida Zé Neto acredita que a prefeitura Municipal tem que fazer um recadastramento. “Acho que a prefeitura tem que fazer um recadastramento urgente, um pente fino mesmo, para saber onde estão estas irregularidades, a exemplo de aluguéis e do uso indevido de ocupação para fazer especulação imobiliária. Enfim, o problema deve ser tratado com dignidade para atender a quem precisa”, pontuou.


O deputado ressaltou que a obrigação de fiscalizar é do governo Municipal. “O município que faz o sorteio das pessoas que serão beneficiadas, portanto, é o responsável pela fiscalização, e cabe a ele acompanhar as investigações e prestar conta a Caixa Econômica e ao Governo Federal”, destacou.


Zé Neto disse que já existe uma movimentação em Brasília a cerca de denúncias que envolvem o programa, feitas a nível federal. “A prefeitura deve acumular todas essas evidências. E com essas materializações que estão sendo apresentadas, eu desejo que tudo possa ser esclarecido e que a gente não perca nesses programas os grandes ganhos que nós conseguimos até aqui”, colocou.

FONTE: Com informações da Assessoria
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live Afrodisíaco com Pierre Onassis
Publicidade
Estacio  ON
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas