Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Copa 2014

todas as notíciasseta

Mané Garrincha apresenta pontos falhos

Em partida inaugural, beleza e atendimento ao público no estádio agradam. Acessos, áreas em obras e sinais de internet e telefone são os problemas


19/05/2013 às 08:53h

Mané Garrincha apresenta pontos falhos

Quinto palco da Copa das Confederações a ser entregue, o Estádio Nacional Mané Garrincha passou no teste da inauguração, mas com ressalvas. Neste sábado, a nova arena da capital federal recebeu cerca de 20 mil pessoas para a decisão do campeonato candango (Brasiliense 3 x 0 Brasília), e o resultado apresentou mais acertos do que erros.
 
vários problemas a serem corrigidos, e o principal deles é o acesso ao estádio. Apesar de o trânsito de Brasília geralmente ser tranquilo nos fins de semana, o entorno da arena viveu um dia de muitos transtornos. As principais vias de acesso ao Mané Garrincha foram fechadas num teste de operação visando à Copa das Confederações. No entanto, o resultado foi a formação de grandes congestionamentos nas avenidas mais próximas.
 
Sem poder parar os carros no entorno, os brasilienses também tiveram de andar bastante para chegar ao estádio. Ennquanto isso, o enorme estacionamento encontrava-se vazio. O governo colocou alguns coletivos para transportar o público, dos locais indicados para os veículos, até uma área mais próxima do estádio. No entanto, houve reclamações do serviço.
 
– Chegamos atrasados porque tivemos que andar três quilômetros para chegar. E não vi ônibus nenhum para nos trazer até aqui perto. Muito desorganizado – protestou o bombeiro Edson Alves.
 
O secretário extaordinário da Copa no DF, Cláudio Monteiro, admitiu o problema e prometeu ajustes para o próximo jogo.
 
– Foi uma das dificuldades que enfrentamos. Para o jogo do próximo domingo vamos tentar diminuir esse raio interditado – garantiu ele, referindo-se ao duelo Santos x Flamengo. A estreia das equipes no Brasileirão 2013 será o segundo evento-teste. – Mas para a Copa das Confederações terá de ser este esquema, uma vez que é exigência da Fifa.
 
A entrada dos torcedores no estádio foi razoavelmente tranquila. Com um público reduzido (apenas as arquibancadas inferiores e alguns camarotes foram liberados), não houve tumulto. Quem chegou cedo não teve grandes problemas. No entanto, quem só conseguiu chegar perto do horário do jogo perdeu parte do primeiro tempo de partida. Os motivos: filas para revista e passagem nas catracas.

FONTE: Fabrício Marques e Marcelo Baltar G1
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO

TVGeral

Live Mareô com canções consagrada, mesclando com o que há de melhor do ritmo na atualidade.
Publicidade
PMFGS Covid
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas