Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Geral

todas as notíciasseta

Médicos de hospital para Covid reclamam salários atrasados

Os médicos afirmam que o último pagamento recebido foi no mês de março, e que para eles é vergonhoso


16/06/2021 às 10:26h

Médicos de hospital para Covid reclamam salários atrasados
Crédito: Divulgação

Através de carta aberta, publicada na terça-feira (15), os médicos do Hospital de Campanha de Feira divulgaram à imprensa e sociedade feirense que estão sofrendo com atraso salarial. Da sexta-feira (11) para o sábado (12), quatro dos médicos ao deixarem o plantão, resolveram não retornar, como forma de protesto. Na carta, elaborada pelo Corpo Clínico eles expressam a insatisfação e consideram que a situação é um total desrespeito com eles.


No documento, os médicos afirmam que o último pagamento recebido foi no mês de março, e que para eles é vergonhoso. Na sexta-feira (11), segundo eles, a empresa S3, que administra o Hospital de Campanha realizou pagamento a todos funcionários correspondente, já no mês de maio, mais uma vez optou por não pagar aos médicos, algo que de acordo com eles, vem sendo recorrente.


“Depois de muitas divergências, dias e dias sem respostas, estão nos fazendo à proposta indecorosa de pagar apenas 50% do mês de abril, ou seja, os atrasos irão continuar e estão apenas tentando nos silenciar. Frisamos que nossos compromissos não esperam, bancos não suspendem juros, nossas famílias precisam de nós e para eles sem dúvida somos muito importantes. Sem saúde mental e insatisfeitos é impossível garantir uma assistência de qualidade”, alegam.


Os médicos disseram ainda que, seguiram com as medidas competentes junto ao Sindicato dos Médicos (Sindmed) e Conselho Regional de Medicina (Cremeb) que estão acompanhando essa situação. “No entanto, mais uma vez optamos pelo princípio da transparência, para que a população saiba de tudo o que está acontecendo nos bastidores. Seguiremos honrando nosso juramento, ainda que nossa dignidade esteja ferida e nossos valores desrespeitados. No entanto, permanecendo desta forma estaremos entregando a escala médica de forma coletiva”, afirmam.


Na carta, eles ainda contam que, muitos deles estão adoecendo não só pelo vírus, mas por “moléstias frutos de muita carga de trabalho e tensão nas mais diversas situações. [...] Como se não bastasse, ainda estamos tendo que enfrentar falta de pagamento, um total desrespeito para conosco e para com aqueles que dependem do nosso aporte financeiro como também da nossa saúde mental”.


Carta dos médicos do Hospital de Campanha


“Prezados, é sabido que estamos enfrentando um momento desafiador na humanidade, assolada pelo Corona Vírus. Em meio a tantos problemas e adversidades nós, médicos, estamos nos doando em prol do bem ao próximo, honrando nosso juramento, ainda que tenhamos medo. Muitos de nós adoecendo não só pelo vírus, mas por moléstias frutos de muita carga de trabalho e tensão nas mais diversas situações.


Deixamos nossas famílias em casa todos os dias e vamos aos nossos serviços superlotados e com a carga triplicada devido à pandemia. Como se não bastasse, ainda estamos tendo que enfrentar falta de pagamento, um total desrespeito para conosco e para com aqueles que dependem do nosso aporte financeiro como também da nossa saúde mental.


Em meio disso, médicos do Hospital de Campanha de Feira de Santana, administrada pela empresa S3 e vinculado à Secretaria Municipal de Saúde, estão sem receber seus salários. Nosso último pagamento corresponde ao mês de Março (vergonhoso). Vale ressaltar que no dia anterior (11/06/21), a empresa realizou pagamento a todos funcionários correspondente, já ao mês de maio e mais uma vez optou por não pagar aos médicos, algo que vem sendo recorrente. Depois de muitas divergências, dias e dias sem respostas estão nos fazendo à proposta indecorosa de pagar apenas 50% do mês de abril, ou seja, os atrasos irão continuar e estão apenas tentando nos silenciar. Frisamos que nossos compromissos não esperam, bancos não suspendem juros, nossas famílias precisam de nós e para eles sem dúvida somos muito importantes. Sem saúde mental e insatisfeitos é impossível garantir uma assistência de qualidade.


Seguimos com as medidas competentes junto ao Sindicato dos Médicos (Sindmed) e Conselho Regional de Medicina (Cremeb) que estão acompanhando essa situação. No entanto, mais uma vez optamos pelo princípio da transparência, para que a população saiba de tudo o que está acontecendo nos bastidores.


Seguiremos honrando nosso juramento, ainda que nossa dignidade esteja ferida e nossos valores desrespeitados. No entanto, permanecendo desta forma estaremos entregando a escala médica de forma coletiva.


Atenciosamente
Corpo Clínico Hospital de Campanha.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live com responsável pelo maior Hub de inovação e empreendedorismo do interior da Bahia: Breno Caires.
Publicidade
GOV BA
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas