Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Esportes

todas as notíciasseta

Bahia de Feira pronto para encarar Murici pela Série D

O jogo será no Estádio José Gomes da Costa em Murici em Alagoas


11/06/2021 às 10:17h

Bahia de Feira pronto para encarar Murici pela Série D
O time treinou na manhã da última sexta-feira (11), em Maceió | Divulgação

Depois de empatar em 1 x 1 com o Sergipe, na largada da Série D do Campeonato Brasileiro, o Bahia de Feira volta a campo neste sábado (12) para encarar o Murici, na sua primeira partida fora de casa. O duelo, que acontece às 16 horas no Estádio José Gomes da Costa em MuriciAL coloca frente o Tremendão contra o time alagoano que na estreia, jogando fora de casa perdeu para o Retrô/PE por 1 x 0 e busca a sua recuperação para não ficar para trás na corrida por uma das quatro vagas para a próxima fase da competição.

 

O Verdão alagoano, busca se redimir da má campanha feita no estadual, que lhe rendeu apenas a sexta posição na competição e o começo da Série D não foi bom quando perdeu jogando fora de casa para o Retrô. Nessa partida, onde busca o primeiro triunfo na Série D, o time do treinador Jadson Oliveira tem um grande triunfo: o gramado irregular do Estádio José Gomes da Costa.

 

Com irregularidades no piso, a bola fica “viva” e favorece aos times considerados pesados, enquanto as equipes que tem por característica trabalhar a saída em velocidade encontram sérias dificuldades de adaptação e de desenvolvimento dentro de campo. Porém, quem bem conhece o campo é o treinador Oliveira Canindé, que durante a semana buscou armar uma estratégia para driblar as dificuldades e buscar um grande resultado. O treinador, que em Alagoas treinou o CSA, lembra do quanto é complicado para qualquer time jogar em Murici. “Os chamados grandes quando jogam lá, se não armarem estratégias inteligentes, mesmo tendo maior poderio técnico podem sucumbir por conta destes percalços. Para se ter uma ideia, eu treinando um time nunca perdi lá, mas também não venci. O que a gente tem que fazer é treinar essas situações, preparar o time para que possa jogar com inteligência e conseguir um grande resultado lá”, afirmou Oliveira Canindé.

 

O tipo de gramado como é o do Estádio José Gomes da Costa favorece ao tipo de jogo reativo. “A nossa ideia é buscar fazer um esquema equilibrado, ou seja, vamos buscar ser reativos, mas sem perder a característica de proposição. ´Vamos para lá sabendo dessas dificuldades, mas acima de tudo conscientes de que podemos supera-las e obter um grande resultado”, declarou Oliveira Canindé.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live com responsável pelo maior Hub de inovação e empreendedorismo do interior da Bahia: Breno Caires.
Publicidade
GOV BA
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas