Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Educação

todas as notíciasseta

Instalação improvisada de salas de aula compromete ano letivo

Salas serão divididas ao meio com divisórias para acolher as novas turmas que serão criadas no turno matutino e no vespertino, em função da extinção do turno noturno.


25/03/2013 às 04:04h

 

Segundo o professor Sérgio Muricy, o Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães (CMLEM) passará por uma nova adaptação para a inserção de cinco novas salas de aula improvisadas para acolher as novas turmas que serão criadas no turno matutino e no vespertino, em função da extinção do turno noturno.

 

O docente alerta para uma possível greve em protesto à situação. “Eu tenho certeza que se começarem as aulas no dia 3 de abril, com salas divididas ao meio com divisórias, que é uma coisa tão antiga e tão pedagogicamente inadequada, os meus colegas que são politizados e conscientes do seu papel enquanto educadores não vão entrar em sala de aula”.

 

De acordo com ele, a justificativa é que com isto muitos professores serão colocados à disposição na Direc porque não vão ter aulas à noite. “A gente quer que todos os colegas permaneçam na escola. Mas, se o Estado detectou isto, este ano deveria ser feito um planejamento de construção de salas de aula, para que em 2014 fosse colocada em prática essa extinção do ensino noturno”, defende o professor.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO

TVGeral

Live Rodrigo e Gabbriel EVOLUTION
Publicidade
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas