Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Covid-19

todas as notíciasseta

Laboratório indiano assina acordo para fornecer vacina ao Brasil

Foi estabelecido entre ambas as partes que o fornecimento da Covaxin deve ser priorizado para o setor público de saúde brasileiro, por meio de uma contratação direta pelo Governo Federal. As vacinas para o mercado privado chegariam após a autorização da Anvisa para a venda do imunizante no país


13/01/2021 às 11:07h

Laboratório indiano assina acordo para fornecer vacina ao Brasil
Crédito: Divulgação

Uma equipe da Precisa Medicamentos visitou as instalações da Bharat Biotech na semana passada para discutir as possibilidades de exportação da Covaxin, a primeira vacina totalmente desenvolvida na Índia contra a Covid-19. A equipe encontrou-se com o Dr. Krishna Ella nos dias 7 e 8 de janeiro, nas instalações da Bharat Biotech, no Genome Valley, distrito industrial de alta tecnologia e inovação em Hyderabad, na Índia.

 

O embaixador do Brasil na Índia, André Aranha Corrêa do Lago, também participou de parte da reunião, por meio de uma plataforma de videoconferência. Lago expressou, em nome do governo do Brasil, o real interesse na aquisição da Covaxin. Em princípio, foi estabelecido entre ambas as partes que o fornecimento da Covaxin deve ser priorizado para o setor público de saúde brasileiro, por meio de uma contratação direta pelo Governo Federal. As vacinas para o mercado privado chegariam após a autorização da Anvisa para a venda do imunizante no país.


Satisfeito com o interesse manifestado pelo governo brasileiro, o presidente e diretor geral da Bharat Biotech, Dr. Krishna Ella, disse: "A pandemia da Covid-19 afetou a humanidade em geral. Como empresa determinada a proteger a saúde pública global, sempre foi importante para nós desenvolver vacinas para uma causa global. A Covaxin é uma inovação e um exemplo perfeito do desenvolvimento de novos produtos da Índia. O nosso objetivo para todas as vacinas desenvolvidas na Bharat Biotech é proporcionar o acesso global às populações que mais necessitam delas. A Covaxin gerou excelentes dados de segurança com respostas imunológicas robustas a múltiplas proteínas virais. Estamos satisfeitos ao verificar que as vacinas da Índia são capazes de responder às necessidades da saúde pública do Brasil.”

 

Após a visita técnica às instalações da Bharat Biotech no Genoma Valley, em Hyderabad, a diretora farmacêutica da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades, disse: “Foram observados altíssimos níveis tecnológicos, científicos e de controles sanitários. Também foram constatados excelentes resultados obtidos nos testes clínicos, que serão publicados em breve. A Bharat Biotech superou as nossas expectativas, demonstrando qualidade e segurança ao nível dos maiores fornecedores de vacinas do mundo”.


A Covaxin é uma vacina para o combate à SARS-CoV-2 de duas doses, altamente purificada, a partir de vírus inativado, fabricada em uma plataforma Vero Cell com excelente histórico de segurança, com capacidade de produção de 300 milhões de doses anuais.


Os ensaios clínicos de Fase 3 da Covaxin começaram em meados de novembro e estão, atualmente, em andamento em cerca de 26 mil voluntários em toda a Índia. Este é o primeiro e único estudo de eficácia de Fase 3 da Índia para uma vacina contra a Covid-19 e o maior estudo de eficácia de Fase 3 já realizado para qualquer vacina na Índia. A Covaxin foi avaliada em aproximadamente mil indivíduos em ensaios clínicos nas Fases 1 e 2, com resultados promissores de segurança e resposta imunológica, que receberam aceitação por revistas científicas internacionais. 

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Desafio dos Craques, com a presença de Jorge Wagner
Publicidade
Corre que cura
DESAFIO CORRER É VIDA
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas