Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Concurso e Emprego

todas as notíciasseta

Apesar de queda, saldo de postos de trabalho é positivo em Feira de Santana

Foram 3.375 admissões face a 2.220 desligamentos no mês passado, o que resulta em 1.155 novos postos de trabalho criados


26/11/2020 às 05:52h

Apesar de queda, saldo de postos de trabalho é positivo em Feira de Santana
Crédito: FOLHA DO ESTADO

O mês de outubro em Feira de Santana registrou saldo positivo para a criação de postos de trabalho, sendo o quarto período seguido com mais admissões que desligamentos, mantendo a tendência recuperação econômica ainda no cenário de pandemia, causada pelo novo coronavírus, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ferramenta da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, divulgados nesta quinta-feira (26).


De acordo com o Caged, que reúne estatísticas sobre emprego formal, foram 3.375 admissões face a 2.220 desligamentos no mês passado, o que resulta em 1.155 novos postos de trabalho criados, uma queda com relação ao mês de setembro, quando foram criadas 1.679 novas vagas.


Em 2020, a evolução das admissões, por mês, está: janeiro, 3.110; fevereiro, 2.702; março, 2.788; abril, 1.146; maio, 1.133; junho, 1.664; julho, 1.904; agosto, 2.292 e setembro, 3.775. Já com relação as demissões: janeiro, 3.157; fevereiro, 2.961; março, 3.188; abril; 3.376; maio, 2.433; junho, 1.629 e julho, 1.855; agosto, 2.047 e setembro, 2.096. Em Feira de Santana, o estoque de empregos formais é de 110.469.


Na analise setorial, a Agropecuária registrou 24 admissões e 5 desligamentos, com saldo de 19, o no Comércio foram 1.223 admitidos e 671 desligados, um saldo de 552. Na Construção são 403 admitidos e 304 desligados, com saldo de 99. Indústria registrou 519 admissões e 258 demissões, com saldo de 261 e Serviços, com 1.206 admissões e 982 desligamentos, com saldo de 224. No recorte por gênero, dos 3.375 admitidos, 2.329 (69%) são homens e 1.046 (31%) mulheres. Nos desligamentos, 1.433 (64,5%) homens e 787 (35,4%) mulheres. Os homens também ocuparam grande parte dos novos postos de trabalho criados em outubro: 896 (77.5%) face a 259 (22,4%) mulheres. 89% (1.028) dos postos de trabalho criados são de empregados com ensino médio completo. 


No acumulado de 2020, o Caged informa que em Feira de Santana foram 25.484 admissões e 26.773 desligamentos, uma perda de 1.289 postos de trabalho entre janeiro e outubro de 2020. 

 

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Desafio dos Craques, com a presença de Jorge Wagner
Publicidade
Corre que cura
DESAFIO CORRER É VIDA
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas