Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Internacional

todas as notíciasseta

A uma semana da eleição, Biden tem maior vantagem

Em 1996, sete dias antes do dia do pleito, Bill Clinton estava 14,7 pontos percentuais à frente de seu adversário, o republicano Bob Dole


28/10/2020 às 07:06h

A uma semana da eleição, Biden tem maior vantagem
Crédito: Divulgação

O candidato democrata à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, tem, a uma semana da eleição, 9,1 pontos de vantagem sobre o republicano Donald trump, segundo a média das pesquisas nacionais de intenção de voto.


De acordo com o site especializado FiveThirtyEight, quando analisada a última semana da corrida presencial, essa é a maior diferença entre candidatos desde 1996.

 

Há 24 anos, Bill Clinton figurava em primeiro lugar nas pesquisas, 14,7 pontos percentuais à frente de seu adversário Bob Dole, do partido Republicano. À época, a disputa foi vencida pelo democrata por 49,2 a 40,7. Desde então, ninguém havia alcançado vantagem superior a dois dígitos nas vésperas da eleição.

 

Hillary à frente na última eleição


Nas eleições de 2016, Hillary Clinton tinha 4,8 pontos de vantagem sobre Donald Trump na última semana antes da eleição. No entanto, o republicano acabou vencendo a disputa. A vantagem que hoje tem Biden, é quase o dobro da ex-adversária de Trump.

 

Contrariando as estimativas, Trump acabou vencendo em 2016 por conseguir vantagem em estados-chave como Pensilvânia, Michigan e Winscosin ; assim, conquistou a cadeira via colégio eleitoral, conforme prevê o sistema indireto que determina o presidente dos EUA, em que cada estado tem um número de votos proporcional à população.

 

O desafio para Biden, então, é conquistar os estados onde a disputa é mais acirrada, como no caso do Arizona, Minessota, Michigan, New Hampshire, Winscosin e Nevada (que têm inclinação pró-Biden); Flórida, Carolina do Norte, Iowa, Ohio e Geórgia (de situação indefinida); e o Texas (no qual Trump apresenta vantagem).

 

Votação antecipada


Cerca de 70 milhões de estadunidenses já votaram de forma antecipada. Se comparado ao número de eleitores de 2016, o número equivale a mais da metade dos eleitores, de acordo com dados do U.S Election Project.

 

O aumento do voto antecipado já era esperado devido à pandemia, uma vez que a votação concentrada em um único proporciona aglomerações; ainda assim, a quantidade surpreendeu.

 

Os mais propensos a votar antecipadamente são os democratas . Nos estados que divulgam tais dados, os cuja escolha é Joe Biden representam 48% dos que já votaram, contra 29% dos Republicanos - o restante não tem filiação partidária. Na Pensilvânia, por exemplo, estado crucial para a disputa, o número de eleitores registrados como democratas que já votou é três vezes maior que o dos republicanos.

FONTE: Último Segundo
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live do Grupo DIBEMCOMAVIDA
Publicidade
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas