Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Municípios

todas as notíciasseta

Presos suspeitos de espancar jovem cabeleireiro

Segundo a Polícia Civil, a dupla confessou participação no crime, investigado como latrocínio. Família diz que Rauan Moreira, de 29 anos, permanece em estado grave


26/10/2020 às 07:26h

Presos suspeitos de espancar jovem cabeleireiro
Crédito: Divulgação

Um homem foi preso e um adolescente apreendido no bairro do Uruguai, em Salvador, na noite de sábado (24), suspeitos de agredir com pedradas e facadas o cabeleireiro Rauan Moreira, de 29 anos, dentro da casa da vítima, também na capital baiana, na semana passada. Segundo a Polícia Civil, a dupla confessou participação no crime, investigado como latrocínio.

 

De acordo com informações da Polícia Militar, os homens foram achados após denúncia anônima, na Rua Ceará-Mirim, conjunto Santa Luzia. Na ação, foram apreendidos uma moto e material de salão de beleza.

 

O homem e todo material apreendido foram levados para a Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV). Já o adolescente foi apreendido e apresentado na Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI).

 

O crime aconteceu na madrugada de terça-feira (20), na casa onde Rauan mora sozinho, no bairro Vila Ruy Barbosa, em Salvador. A irmã da vítima disse que foi avisada sobre caso pelo telefone.

 

De acordo com a família, a vítima teve todos os ossos do rosto quebrados e o boletim médico apontou sequelas em uma parte importante do cérebro. Ao G1, neste domingo (25), Naiara Pereira, irmã da vítima, disse que o estado de Rauan permanece grave.

 

Os familiares acreditam que tenha sido um crime de homofobia. Por enquanto, a Polícia Civil investiga o caso como assalto, e informou que, até agora, não vê indícios de motivação homofóbica para o caso.

 

Polícia investiga crime

 

Conforme informações da polícia, dois suspeitos de cometerem o crime roubaram um celular, uma quantia em dinheiro e a moto da vítima. O caso é investigado pela 3ª Delegacia de Bonfim.

 

Os vizinhos dele ouviram muitos gritos durante o ocorrido. Segundo a vizinhança, não foi a primeira vez que os dois suspeitos estiveram no local.

 

Rauan já foi modelo fotográfico, pousou em revistas e participou de comerciais. A família disse que ele sempre teve talento pra cuidar de cabelo, maquiagem, trabalhou em salão de beleza, mas ficou desempregado durante a pandemia da Covid-19 e estava decidido a ir morar em Portugal.

 

Os planos e preparativos para a viagem, que envolviam uma estadia em São Paulo, foram interrompidos pelo crime brutal. A família do cabeleireiro fez uma campanha nas redes sociais, onde divulga o caso, em busca de justiça.

FONTE: Com informações do G1
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live do Grupo DIBEMCOMAVIDA
Publicidade
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas