Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Municípios

todas as notíciasseta

Gripe: cai número de pessoas com um dos sintoma

Número fica em 970 mil na Bahia (6,5% da população)


25/09/2020 às 03:44h

Gripe: cai número de pessoas com um dos sintoma
Crédito: Divulgação

Em agosto, na Bahia, 970 mil pessoas, ou 6,5% da população, apresentaram pelo menos 1 dos 12 sintomas associados à síndrome gripal investigados pela PNAD COVID19 (febre, tosse, dor de garganta, dificuldade para respirar, dor de cabeça, dor no peito, náusea, nariz entupido ou escorrendo, fadiga, dor nos olhos, perda de olfato ou paladar e dor muscular), segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua - PNAD COVID19 referentes a agosto, divulgadosna quarta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


O número de pessoas com algum sintoma no estado diminuiu pelo terceiro mês consecutivo, ficando abaixo da casa do milhão pela primeira vez, desde maio. Ainda assim, em agosto, a Bahia se manteve com o terceiro maior contigente de pessoas que relataram ter tido ao menos um sintoma de gripe, atrás de São Paulo (2,695 milhões de pessoas, 5,8% da população) e Minas Gerais (1,354 milhão de pessoas ou 6,4% da população).


No Brasil como um todo, em agosto, 12,136 milhões de pessoas apresentaram ao menos um sintoma de gripe, o que representou 5,7% da população. Foi também o terceiro recuo consecutivo nesse número, que chegou ao seu patamar mais baixo desde maio.


Os maiores percentuais de pessoas com ao menos um sintoma de síndrome gripal em agosto ocorreram na Paraíba (8,2%), no Rio Grande do Sul (8,2%) e em Sergipe (7,8%); os menores, em Rio de Janeiro (3%), Piauí (4,0%) e Santa Catarina (4,4%). A Bahia tinha o 7o maior percentual em agosto (6,5%), empatada com o Maranhão.


Das 970 mil pessoas com ao menos um sintoma que podia estar associado à Covid-19 em agosto, na Bahia, 170 mil (17,5%) procuraram atendimento médico em algum estabelecimento de saúde.


O número absoluto recuou pela segunda vez consecutiva. Em julho, 215 mil pessoas com sintoma haviam procurado atendimento no estado, 45 mil a mais que em agosto. O percentual também caiu, de 18,7% em julho para 17,5% em agosto, e foi a segunda menor proporção de pessoas com sintomas buscando atendimento entre os estados, ficando acima apenas do Amapá (15,2%).

 

No Brasil como um todo, em agosto, 23,4% dos que apresentaram ao menos um sintoma (ou 2,8 milhões de pessoas) procuraram atendimento em estabelecimento de saúde. 

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO 1020

TVGeral

Debate entre os candidatos a vice-prefeito de Feira de Santana
Publicidade
PMFS
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas