Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Esportes

todas as notíciasseta

Arenas esportivas se preparam para retomada

Uma reunião aconteceu na tarde da última quarta-feira (16), na Arena Senador


17/09/2020 às 05:48h

Arenas esportivas se preparam para retomada
Divulgação

Depois do decreto que permitiu o retorno do funcionamento das academias de musculação e de artes marciais, de Feira de Santana, o prefeito Colbert Martins e sua comissão de secretários estudam liberar o funcionamento das Arenas Esportivas (particulares). Uma reunião aconteceu na tarde da última quarta-feira (16), na Arena Senador.

 

A reunião contou com a participação de setores envolvidos com o esporte no município. O evento também contou com a presença do diretor de esportes, professor Emerson Britto. Após a divulgação do novo decreto municipal, ficou acordado que a reabertura dos espaços esportivos será a partir do dia 22 de setembro.

 

O prefeito Colbert Martins ouviu os representantes das arenas e escolas esportivas, em seguida trouxe números a respeito da Covid-19 e enfatizou a importância de manter o cuidado e o compromisso dos responsáveis em cumprir um protocolo seguro.

 

O prefeito deixou claro que neste momento a liberação ocorrerá apenas em arenas privadas. “Neste primeiro momento vamos permitir apenas as atividades nas arenas privadas. Contudo, em breve iremos analisar a possibilidade da liberação dos campos abertos. Porém vamos cobrar por parte dos responsáveis o controle da quantidade de pessoas e também a necessidade de recursos como termômetro e álcool gel. Ou seja, o cumprimento do protocolo e normas estabelecidas pelos órgãos de saúde”, disse.

 

O retorno a atividade deixou os profissionais da área contentes e cheios de expectativas. “Hoje foi um dia muito especial para nós que vivemos do esporte, completamos seis meses sem poder abrir. Estamos muito felizes com a volta. Vivemos disso e temos muitas famílias que dependem disso, desde os proprietários e funcionários, até os árbitros, professores de escolinha, e as pessoas que vendem materiais esportivos. Foram dias muito difíceis, pois não deixamos de honrar nossos compromissos e hoje em dia uma empresa sobreviver por seis meses sem recursos é complicado”, ressaltou o profissional de educação física Diêgo William.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO 1020

TVGeral

Debate entre os candidatos a vice-prefeito de Feira de Santana
Publicidade
PMFS
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas