Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Municípios

todas as notíciasseta

Rui Costa anuncia reversão de leitos da Covid-19

Unidades do interior não sofrerão alterações


15/09/2020 às 02:03h

Rui Costa anuncia reversão de leitos da Covid-19
Crédito: Divulgação

O governador Rui Costa (PT) anunciou nesta terça-feira (15) a reversão de alguns leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) dedicados ao tratamento da Covid-19 para pacientes com outras enfermidades em Salvador e Região Metropolitana (RMS). Durante o quadro “Papo Correria” nas redes sociais, ao lado do Secretário da Saúde da Bahia (Sesab), Fábio Villas-Boas, o governador detalhou quais as unidades de saúde sofrerão as mudanças.

 

De acordo com Rui, a medida servirá para ampliar a capacidade da rede estadual de saúde para outras doenças. O Hospital Ernesto Simões Filho, que contava com 30 leitos de UTI e havia sido fechado para se tornar exclusvio para pacientes com coronavírus, recebeu a instalação de 29 novos outros leitos enquanto serviu para atendimento à covid. Agora, ele voltará a funcionar como hospital de regulação com 59 leitos disponíveis para os pacientes.

 

“Nós entramos numa fase de desaceleração da doença. Durante esses meses, fizemos um esforço gigantesco para atender os pacientes de covid e, graças a Deus, não tivemos pacientes desassistidos. Nós tivemos que reverter leitos que eram de outras doenças para cuidas do covid e isso aumentou a fila de outras pessoas esperando atendimento nas undiades. E chegou a hora de reverter esses leitos. A partir desta semana, o Ernesto para de atender covid e paassa a atender outras doenças”, comentou o governador.

 

O Governo do Estado tomou essa decisão diante da queda no número de casos e consequente redução da ocupação de leitos que está em 35% para os leitos clínicos e 39% em leitos de UTI.

 

“Apesar da reversão, toda a infraestrutura montada estará disponivel caso haja a necessidade de reativação nos hospitais. Tudo será devidamente armazenado. Esse é o início da desmobilização de leitos graças a queda de casos em Salvador e RMS. Esperamos, em breve, a queda em outras regiões para reorganizar os leitos no interior”, completou Rui.

 

Fábio lembrou que o Ernesto Simões passará a atuar como um hospital integrado com a rede de urgência e emergência, com o acréscimo dos novos leitos.

 

“Neste momento estamos devolvendo todo o hospital para voltar a ter um hospital integrado a rede de urgência e emergência, com um ganho integrado, que serão 29 novos leitos de UTI. Estamos mantendo 30 leitos na antiga emergência. O hospital vai voltar a ser um hospital regulado e os recursos que gastavamos na undiade de emergência, serão direcionados para esses 29 novos leitos de UTI, juntando aos outros 30 que já tinham”, explicou.

 

Outras unidades

 

Além do Ernesto Simões, o Hospital Santa Clara, que havia sido arrendado pelo governo para o tratamento da covid, e possuía 9 leitos de UTI e outros 50 de enfermaria, terá seus leitos de UTI desativados e funcionará apenas como retaguarda para leitos clínicos. O Hospital Riverside, em Lauro de Freitas, onde foram implantados 110 leitos clínicos, será desativado e o governo iniciará uma reforma completa nas instalações para quu possa reabrir, no começo do próximo ano, como refrência a pacientes de cuidados prolongados, que são aqueles que precisam de internação mais prolongada.

 

Já o Pronto Atendimento montado no Rio Vermelho para atenndimento exclusivo a profissionais da saúde, será desativado devido à queda do número de atendimentos. Por fim, o Hospital Couto Maia, que é o centro de referência para tratamento da covid-19 em Salvador, também sofrerá uma pequena mudança para poder receber pacientes de outras doenças.

 

Na unidade, que contava com 20 leito de UTI, divido em adultos e pediátricos, além da undiade de emergência, e foi adaptado pelo governo e ampliado para 118 leitos disponíveis, terão seus 10 leitos iniciais devolvidos para o tratamento de outras doenças, como raiva, tuberculose e leptospirose. Os hospitais do interior do estado não terão alterações nos números de leitos, devido às altas taxas de casos em algumas regiões.

 

Fonte Nova

 

O governador também anuncoiu que o hospital de campanha montado na Arena Fonte Nova, com 140 leitos de enfermaria e outros 100 de UTI, também sofrerão redução. A partir de agora, ele começará a atuar com 50 dos 80 leitos de UTI que estavam sendo utilizados e 30 dos 100 leitos de enfermaria utilizados. Ou seja, no total, o hospital de campanha permancererá funcionando com 80 leitos disponíveis no total.

FONTE: Bahia.Ba
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO

TVGeral

Live Rodrigo e Gabbriel EVOLUTION
Publicidade
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas