Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Lutas e Artes marciais

todas as notíciasseta

Baiano Dony Terrier tem luta marcada no MMA

Dony vai enfrentar o lutador paulista Guilherme Faria de Souza, na categoria peso galo até 61 kg


27/07/2020 às 05:29h

Baiano Dony Terrier tem luta marcada no MMA
Baiano Dony Terrier tem luta marcada no MMA | Divulgação Combate Americas

Após um ano sem lutar o atleta serrinhense Dony Terrier, já tem novo compromisso agendado. Desta vez o lutador baiano irá se apresentar no dia 5 de setembro, em São Paulo, na 24ª edição do Standout Fighting Tournament (SFT) considerada uma das maiores organizações de MMA do Brasil na atualidade. Dony vai enfrentar o lutador paulista Guilherme Faria de Souza, na categoria peso galo até 61 kg.

 

O último compromisso do lutador baiano foi no dia 6 de julho de 2019. Na oportunidade Dony Terrier representou o Brasil e a Bahia, na disputa da 13ª edição do STF, evento realizado em Villahermosa, capital do estado de Tabasco, no México. O serrinhense venceu o combate por nocaute técnico, aos 30 segundos do 2° round.

 

O lutador que é responsável pelos treinos de jiu-jitsu da academia Black House (MMA), uma franquia da academia norte-americana no México, teve que voltar ao Brasil por causa da pandemia do novo coronavírus. Com isso sua preparação está sendo intercalada entre Serrinha e Feira de Santana, a parte de chão o atleta está recebendo o apoio do renomado sensei Valdir Reis, já a parte em pé os cuidados ficam por conta do professor de boxe feirense Robson Guerreiro.

 

“Devido a pandemia eu montei uma academia em minha casa, em uma área de treino e estou intercalando os treinos em Serrinha e Feira de Santana. Desde já gostaria de agradecer ao sensei Valdir Reis que dispensa comentários por todo apoio ele que vem me ajudando na parte de chão. Já para melhorar minha performance em pé estou contando com a ajuda do professor Robson Guerreiro, apesar da minha graduação em faixa preta de muay thai e jiu-jitsu, busco sempre aprimorar meu jogo estar sempre inovando, eu quero melhorar cada vez mais meu boxe. Por isso, quis treinar com um cara que tem muita experiência que vive o boxe, e que conhece o MMA também” disse.

 

Contudo, a maior dificuldade do lutador baiano ainda continua sendo a falta de patrocínio. “Se já estava sendo difícil antes da pandemia, agora ficou muito mais complicado conseguir apoio. Tenho alguns patrocinadores da minha cidade, mas só que seus estabelecimentos estão fechados então não posso nem cobrar tanto deles. Porém, essas são todas as dificuldades que todo atleta enfrenta, mas independentemente de qualquer obstáculo vamos correr atrás porque a vida é uma eterna batalha. Estou contando com o apoio de todos. Tenho contrato com o Combate Americas, que liberou essa luta no Brasil, por causa da suspensão dos eventos no México, e essa mais uma oportunidade conseguir recursos para continuar fazendo o que mais gosto que é lutar”, finalizou.

 

Adversário

 

O adversário de Doni Terrier, o lutador Guilherme Faria de Souza, é natural de Campinas, São Paulo, é atleta da Team Nikolai MMA, e vem de derrota contra goiano Elismar Lima da Silva “Carrasco” por nocaute técnico aos 4 minutos e 58 segundos do segundo round, na disputa do SFT - Standout Fighting Tournament 21, no dia 29 de fevereiro de 2020.

 

Guilherme Faria tem em seu cartel 24 lutas, sendo 16 vitórias e 8 derrotas, são nove vitórias por nocaute, duas por finalização e cinco por decisões dos juízes. Farias amarga duas derrotas por nocaute, cinco por finalização e uma por decisão dos juízes.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

BAHIA AQUI É TRABALHO

TVGeral

Live Rodrigo e Gabbriel EVOLUTION
Publicidade
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas