Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Covid-19

todas as notíciasseta

Feira de Santana: novos casos nas últimas semanas em queda

As duas últimas semanas mostram que Feira de Santana começa a dar os primeiros passos, ainda que timidamente, para sair da crise


14/07/2020 às 09:12h

Feira de Santana: novos casos nas últimas semanas em queda
Crédito: FOLHA DO ESTADO

Para saber como se espalhou o novo coronavírus no município, Folha do Estado fez um levantamento dos casos da doença que já matou mais de 80 pessoas na cidade; 2.400, no Estado; mais de 72 mil, no Brasil e 570 mil, no mundo. Isto tem deixado tanto a comunidade global quanto local em alvoroço por não conseguir, nem mesmo, enterrar seus entes com a dignidade merecida.


A China deu sinais do vírus em dezembro de 2019. Já no Brasil, a covid-19 fez sua primeira vítima em fevereiro, mês no qual gente do mundo inteiro também chegava ao País tropical para curtir o Carnaval e, na Bahia, o inimigo invisível começou a destruir a vida das pessoas ao desconfigurar a beleza da Princesa do Sertão atingindo a imunidade de Feira de Santana, no centro-norte do Estado.


Entretanto, apesar da vida de todo mundo ter sido afetada por conta da eclosão do vírus que está fazendo milhares de famílias chorarem amargamente, as duas últimas semanas mostram que Feira de Santana começa a dar os primeiros passos, ainda que timidamente, para sair da crise. A curva começou a diminuir e, com isso, o número de novos infectados também.


Esta matéria tratará disto mais adiante com detalhes. A seguir, você acompanha a evolução de como Feira saltou de 16 casos em março para 5.150 no último domingo.


Covid-19 por semana


De acordo com levantamento da nossa Redação, da primeira a quarta semana (que corresponde de 1 a 29 de março, quando a publicação dos dados não tinha regularidade dada o número pequeno de casos) foram registrados 16 casos. Na oitava semana, portanto, dois meses depois, já contava-se 81 infectados.


O aclive começou no período entre a 9ª (27/4 a 3/05) e a 12ª semana (18/5 a 24/5), quando a cidade registrou 229 novos casos do coronavírus, que agregando-os aos das duas semanas anteriores, somavam 310 casos positivos do novo coronavírus até então.


O levantamento mostra também que entre a 13ª semana (25 a 31/5) até a 16ª (15 a 21/06) os números de novos infectados apresentaram escala crescente e acelerada. Feira de Santana deu um salto, chegou a 1.214 casos. O clima de terror começou a se instalar na cidade, apesar das medidas de contenção implantadas pelo Governo do Município. A última até aqui foi a abertura do hospital de campanha, em 4 de junho.


A curva


Na semana seguinte, 17ª, os números continuaram crescendo e Feira de Santana atingiu o ponto mais alto de novos casos da covid-19 até então. Entre os dias 22 a 28 de junho, a cidade registrou 1.065. Nas duas semanas seguintes, os dados mostram que houve um pequeno declínio na 18ª semana, que se acentuou de maneira mais consistente na 19ª semana, com uma redução, da semana do pico, em 23%.


É bom lembrar que mesmo os dados sendo animadores das duas últimas semanas, mas é claro que para se tornarem consistentes, a curva descendente deve continuar, em pelo menos, mais duas semanas, que historicamente como aconteceu em todo o mundo é uma marca sem possiblidade de aumento de casos que alcancem o dia do pico.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Desafio dos Craques, com a presença de Jorge Wagner
Publicidade
Corre que cura
DESAFIO CORRER É VIDA
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas