Feira de Santana
+30...+30° C
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Saúde

todas as notíciasseta

Maio Roxo alerta para doenças inflamatórias intestinais

Algumas pesquisas estimam que cerca de 5 milhões de pessoas no mundo são acometidas pelas Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs)


19/05/2020 às 07:58h

Maio Roxo alerta para doenças inflamatórias intestinais
Crédito: Reprodução

Com o intuito de divulgar e promover maior conhecimento a para a população acerca das Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs), a Federação Europeia de Colite Ulcerativa e Crohn instituiu, em 2002, o Maio Roxo como mês de conscientização das DIIs, sendo o dia 19 escolhido para ser o dia mundial dessas doenças.

 

No Brasil, esse movimento passou a ter início em 2016, através da coordenação da Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn (ABCD). Desde então, vários estados e municípios promovem ações de conscientização, levando informações e esclarecimentos à população.

 

De acordo com a nutricionista e professora, Mirella Brasil Lopes, a doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa são as principais DIIs consideradas enfermidades crônicas, caracterizadas por um processo inflamatório muito intenso e exacerbado que ocorre principalmente no intestino.

 

Apesar de haver uma maior propensão por parte de alguns indivíduos acerca das doenças, essas podem acometer pessoas de qualquer idade, porém são mais comuns em pessoas de 20 a 40 anos. "Os principais sintomas são a diarréia, que pode ter presença de muco e sangue nas fezes, além de fortes dores na barriga, febre e perda de peso em alguns casos. Muitas vezes a doença evolui para um quadro clínico complexo e grave, podendo prejudicar a qualidade de vida das pessoas", explicou Mirella.

 

Portadora de Retocolite Ulcerativa há 17 anos, Giceli Reis dos Santos contou que seu diagnóstico aconteceu depois de sentir frequentes internações com diarréia persistentes. Na ocasião, ela foi orientada a procurar um gastroenterologistas que, após alguns exames, confirmou rapidamente a presença da doença.

 

"Eu iniciei logo o tratamento com as medicações. No entanto, continuava com alguns sintomas, como diarréia, gases, desconforto abdominal e dificuldade para ganhar peso. Após ter contato com outros pacientes, por meio da associação (ABCD), foi que eu entendi a qualidade da alimentação para o meu tratamento. Não basta somente as medicações, uma orientação nutricional especializada em DIIs na qualidade de vida", lembrou.

 

Algumas pesquisas estimam que cerca de 5 milhões de pessoas no mundo são acometidas pelas Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs). Apesar de não haver dados oficiais sobre a incidência do problema entre os brasileiros, a ABCD informou que o número de casos vem aumentando ao longo dos anos.

 

Para seguir as determinações de saúde quanto ao isolamento no combate a pandemia, as campanhas voltadas para o Maio Roxo deste ano serão totalmente virtuais. A Associação Nacional de Doenças Inflamatórias Intestinais está promovendo várias palestras sobre o assunto, que podem ser assistidas na plataforma do Youtube. Além disso, diversos profissionais, assim como portadores e seus familiares, estão desde o início do mês utilizando as mídia sociais para divulgar questões relacionadas a conscientização das DIIs.

FONTE: A Tarde Online
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Live Lagedor
Publicidade
Estacio  ON
Radio Geral 2
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas