Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 4,146
Euro:   R$ 4,841
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Municípios

todas as notíciasseta

Cresce em 52% número de condutores autuados alcoolizados na Bahia

Em 2019 foram 3.149 autos de infração emitidos


21/02/2020 às 03:26h

Cresce em 52% número de condutores autuados alcoolizados na Bahia
Crédito: Divulgação/Nucom-PRF

A Polícia Rodoviária Federal na Bahia realizou 231.539 testes de alcoolemia em 2019, um aumento de 82% nesse tipo de fiscalização, se comparado a 2018 (127.281). Em 2020, já foram realizados mais de 40.000 testes, o que representa o esforço da instituição no combate a embriaguez ao volante, infração tida como causadora de acidentes graves e muitas vezes fatais.


No ano passado, o que também aumentou foi a quantidade de motoristas autuados por dirigir alcoolizado. Em 2018, foram emitidos 2.072 autos de infração e em 2019 foram 3.149, o que representa um acréscimo de 52%.


O aumento nas autuações deve-se a uma série de fatores que possibilitaram uma fiscalização mais efetiva. A PRF tomou novos rumos, mapeando os dados estatísticos e, ao mesmo tempo, promovendo uma readequação na metodologia de fiscalização e controle, principalmente relacionados as ocorrências de acidentes envolvendo condutores embriagados.


O investimento na capacitação do efetivo, a implementação da tecnologia e ações integradas com outras forças policiais, também contribuíram para uma fiscalização mais assertiva. Entre as ferramentas utilizadas destaca-se o uso do etilômetro passivo. “Em apenas alguns segundos o equipamento é capaz de detectar se o motorista fez uso ou não de bebida alcoólica. Durante a abordagem, enquanto o policial conversa com o condutor, se o aparelho acender a luz vermelha, há fortes indícios que, no local, há presença de álcool. Neste caso, o motorista é convidado a ser submetido ao teste de alcoolemia pelo bafômetro tradicional”, explica a Chefe da Nona Delegacia (Eunápolis), Neila Cardoso.


Caso não seja constatada a presença de álcool, o aparelho acende uma luz verde e o policial libera o motorista. Se existir algum indício, ainda que mínimo, aparece uma luz amarela. Além de dar celeridade para a fiscalização, o aparelho representa economia para a instituição, pois reduz os gastos com os bocais descartáveis.


Neste feriadão de Carnaval, agentes federais reforçarão trechos estratégicos nas 19 BRs que cortam o estado, priorizando ações preventivas para redução da violência no trânsito. Entre as ações de fiscalização, o combate a embriaguez será intensificado ao longo dos trechos mais movimentados e considerados pontos críticos, pelo alto índice de acidentes e pela elevada taxa de cometimento de infrações de trânsito. Nos seis dias de operação do Carnaval 2019, 7.537 motoristas foram submetidos aos testes com etilômetros e 294 foram flagrados dirigindo após consumir bebida alcoólica.


PENALIDADE


O artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro prevê multa gravíssima, multa de R$ 2.934,70, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor. O valor da multa dobra se o caso for de reincidência nos últimos doze meses. Se o índice verificado no ‘bafômetro’ for superior a 0,33mg/l, o condutor será encaminhado à delegacia para responder criminalmente.


A mesma multa é aplicada para quem se recusa a fazer o teste. Além disso, caso o policial verifique sinais de embriaguez como dificuldade no equilíbrio, olhos vermelhos, forte odor de álcool no hálito, lavra um termo de constatação e prende o condutor.

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

CORONAVIRUS

TVGeral

Confira como foi a a Corrida TPM Análise realizada dia 08 de março em Feira-Ba
Publicidade
Vilage
Trail 66
Santana
CORONAVIRUS
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas