Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 3,678
Euro:   R$ 4,342
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Educação

todas as notíciasseta


Seduc mantém formação e esclarece críticas

A dirigente sindical recomendou que eles não comparecessem aos locais da formação


11/05/2018 às 09:58h

Seduc mantém formação e esclarece críticas
Crédito: Andreyse Porto/Secom/PMFS

A Secretaria de Educação do Município (Seduc) esclarece a respeito de uma nota veiculada neste jornal, em que a sindicalista Marlede Oliveira, da APLB, faz críticas à organização dos encontros de formação continuada oferecidos aos professores da Rede Municipal.


A dirigente sindical recomendou que eles não comparecessem aos locais da formação, cobrando do Município a “garantia das condições necessárias”, como transporte e alimentação. De acordo com a Secretaria, os encontros formativos continuam sendo realizados, a despeito da orientação precipitada da sindicalista.


A Prefeitura oferece, aos professores, vale-transporte e nos dias de encontro, os profissionais não têm atividade nas escolas. Há um intervalo de duas horas para o almoço, entre os turnos da formação. Nestes encontros, os professores cumprem parte da carga horária referente à Atividade Complementar (AC), que está distribuída mensalmente desta maneira: duas semanas na escola; apenas uma semana nas formações orientadas pela Seduc; e uma de livre escolha do professor.


Pela Atividade Complementar, os profissionais são remunerados com o percentual de 15% sobre os seus vencimentos. O AC antes era realizado nas escolas. Desde quando começou a reserva de carga horária para 70% da Rede, os profissionais têm uma quantidade menor de horas nas salas de aula e passam a dedicar este tempo à formação que, neste caso, está sendo oferecida pela Seduc.


A Prefeitura de Feira de Santana em 2017 gastou mais de 97% do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica, Fundeb, com a manutenção dos salários dos professores, que é 70%, em média, maior que o piso nacional da categoria, estabelecido pelo Ministério da Educação. A obrigatoriedade da aplicação dos recursos do Fundeb com vencimentos, de acordo com a lei, é de 60%. Este valor vem subindo anualmente, o que é uma preocupação constante para o prefeito e para a Secretaria da Fazenda, já que também deixa o Município próximo do limite prudencial, estabelecido pela legislação. Sobre a “constatação de que o material (sic) não era sufi ciente para os mais de 60 professores”, alegada pela sindicalista, a Secretaria de Educação informa que o problema não existe.


A reclamação de que os professores estavam em uma sala de aula insalubre, “que não comportava o número excessivo de participantes” também não procede, diz a Seduc. Os espaços estão adequados às atividades.


Os encontros formativos reúnem professores de diversos segmentos da Educação Básica, a exemplo de Educação Infantil e Ensino Fundamental I, e atendem a uma das principais metas da Secretaria de Educação: o investimento em formação e atualização constante dos profissionais que atuam nas escolas da Rede Municipal.

FONTE: Da Redação
REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Bazar Solidário direcionado às famílias carentes de Feira de Santana- TvGeral.com.br
Publicidade
Bruno Best Travel
Vilage Marcas e Patentes
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas