Feira de Santana
+30...+30° C
Dólar:   R$ 3,678
Euro:   R$ 4,342
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Feeds

Artigos

todas as notíciasseta


Região Metropolitana de Feira em ‘banho Maria’

O projeto de lei que criou a Região Metropolitana de Feira de Santana completou seis anos de aprovado na sexta-feira passada, dia 16


19/06/2017 às 10:34h

Região Metropolitana de Feira em ‘banho Maria’
Crédito: Reprodução

O projeto para implantação da "REGIÃO METROPOLITANA DE FEIRA DE SANTANA", aprovado durante sessão itinerante da Assembleia Legislativa da Bahia, realizada no teatro do Centro de Cultura Amélio Amorim, há 6 anos, continua em "BANHO MARIA", aguardando providências por parte do governo do Estado visando a sua regulamentação, cuja medida, vem se arrastando, se arrastando e não se chega há uma conclusão.

 

Por ser um município centro de abastecimento e de serviços, gerador de emprego, trabalho e renda para milhares de famílias, localizado numa verdadeira encruzilhada, a cidade de Feira de Santana tornou-se um ponto de apoio para resolver inúmeros problemas dos habitantes das cidades circunvizinhas. São famílias que não encontram solução para seus problemas em suas cidades, se dirigem para "PRINCESA DO SERTÃO", em busca de soluções para suprir suas necessidades.


A classe política local deve dar a atenção devida para os problemas que afligem a cidade, em razão de Feira de Santana ocupar a posição central na solução de inúmeros problemas dos municípios localizados em sua micro e macro região, causando tumultos e constrangimentos no dia-a-dia da cidade, exigindo do Governo do Estado a regulamentação da RM de Feira de Santana.


BANCANDO O ÔNUS SEM SE BENEFICIAR DOS BÔNUS


Sede de uma "REGIÃO METROPOLITANA", o município vem arcando com os ônus por ocupar esta posição, sem se beneficiar do bônus, verbas específicas destinadas para atender as RMs, (manutenção, investimentos, infraestrutura, educação etc.), que só com a sua implantação é possível ter acesso, dando um alívio aos cofres da prefeitura na melhor conservação da cidade.


Não precisa pesquisar muito para deparar com os incômodos causados. Vamos levar em consideração os pontos de "VANS" que transportam milhares de passageiros das cidades circunvizinhas, instalados aleatoriamente nas vias centrais da cidade, causando transtornos no trânsito e dificuldades de locomoção de pedestres em seus arredores, agem como querem e bem entendem, se sentem donos do pedaço.


Outro incômodo causado são as feiras livres que surgem ao redor de cada ponto de "VANS", um verdadeiro "TRAMBOLHO" que enfeiam e sujam as vias centrais da cidade de forma e maneira que parece ter fugido ao controle da prefeitura, é preciso dar um basta.


Tempos atrás, o Legislativo Estadual promoveu uma "SESSÃO INTINERANTE", no Centro de Cultura Amélio Amorim (estávamos presente), para tratar de diversos assuntos ligados à região. Particularmente, a implantação da RM de Feira de Santana, uma verdadeira farra bancada com os impostos recolhidos pelo contribuinte. Ficou decido pela sua implantação com apenas seis município: Feira de Santana (sede), São Gonçalo, Conceição da Feira, Conceição de Jacuípe, Amélia Rodrigues e Tanquinho, reduzido do projeto inicial que previa dezesseis. De lá para cá, a coisa rola, rola e nada acontece, enquanto a classe política dorme e não tomam nenhuma providência sequer. Caiu no esquecimento.


TOQUE DE MODERNIDADE


Uma cidade que vem recebendo um toque de modernidade com a construção da trincheira entre as avenidas: Getúlio Vargas e Maria Quitéria, outra sendo implantada entre as avenidas; João Durval e Presidente Dutra, implantação de um transporte público moderno como o BRT, a construção do "CENTRO (SHOPPING) COMERCIAL POPULAR" com o objetivo de dar um visual digno ao centro da cidade, relocando os camelôs. E mais, os serviços executados para a urbanização da Lagoa Grande e adjacências, a construção das avenidas; Nóide Cerqueira e Airton Santana, o viaduto que está em fase final de construção, escoando o tráfico para os municípios ao leste de Feira Santana com o final em Salvador, é de suma importância que a pauta levantada seja encarada com realismo.


Diante de tantas novidades que estão sendo implantadas na cidade visando dar um visual de desenvolvimento, impactando aqueles que visitam a "PRINCESA DO SERTÃO", alguma medida também deve ser adotada para "REVITALIZAR" o nosso "CENTRO DE ABASTECIMENTO", um importante entreposto comercial, a uma nova realidade que está se querendo dar a Feira de Santana. Não dá para enrolar.


Com a palavra os nossos representantes na elaboração de políticas públicas voltadas para a realidade da comunidade e não para os interesses da política partidária.


SONORIZAÇÃO NO CENTRO DE ABASTECIMENTO


Conforme divulgamos neste espaço, na semana passada, a sonorização existente no "CENTRO DE ABASTECIMENTO", onde jovens adolescentes são exploradas sexualmente (prostituição), continua a rolar fortemente e, a quem cabe proibir, deixa passar despercebido.

 

Procurado pela nossa reportagem, a secretária do Meio Ambiente, através do Secretário, Sérgio Carneiro, ele nos informou "o problema da sonorização no "CENTRO DE ABASTECIMENTO" virou "CASO DE POLÍCIA".


Informou, também, "participei recentemente de uma reunião com o comando da PM, juntamente com outras entidades, para tratar da segurança no centro da cidade inclusive, a segurança do CA". E que, "um novo encontro está marcado para discutir o tema, a ser realizado até o final deste mês, oportunidade em que colocarei como pauta, mais uma vez, a segurança no "CA". Finalizou dizendo: "a Secretária do Meio Ambiente tem consciência do mal causado, e que não medirá esforços para tomar as medidas necessárias.


CENTRO DE ABASTECIMENTO


A "REVITALIZAÇÃO" do nosso "CENTRO DE ABATECIMENTO", uma pauta levantada pelo jornal "O Metropolitano - Em busca da razão", parte integrante da "FOLHA DO ESTADO", com apoio de seus parceiros, anunciantes e as entidades patronais: ACEFS, CIFS, SICOMFS, CDL e o IPF, é uma pauta que levantamos prá valer, uma "CAUSA", relevante, a qual se faz necessário o engajamento de todos, para atingirmos o objetivo que beneficiar a todos.


Os nossos representantes no Legislativo Estadual e no Federal, devem desconhecer o problema ali existente, não devem ter lido a edição de domingo passado do único jornal com circulação diária regular da cidade, ao expor o problema que aflige o seu reduto eleitoral, ou não deram a mínima atenção para a questão levantada. Um equipamento do município que, diante da atual crise econômica e política que atravessa o país, onde o desemprego atingiu números alarmantes, o nosso "CENTRO DE ABASTECIMENTO" é uma fonte de emprego, trabalho e renda para milhares de famílias que tiram dele o seu sustento. Não existe em Feira de Santana, uma indústria, muito menos um estabelecimento comercial ou de serviços que proporcione tantas oportunidades de emprego e trabalho para tanta gente.


Por essa razão, senhores legisladores, a nossa "CAUSA", merece a atenção devida por parte dos nossos representantes na política, voltada para uma população de baixa renda, "ELEITORES", cujo voto se iguala ao da mais representativa autoridade. "ELEIÇÕES À VISTA".


TRANSPARÊNCIA


Com relação à matéria publicada neste espaço na semana passada com o título "TRANSPARÊNCIA', sugerindo a publicação de um balancete mensal das receitas e despesas da prefeitura com a manutenção do "CENTRO DE ABASTECIENTO", à cargo da Secretária da Fazenda, muito atencioso, sensível e concordando com a sugestão, o Secretário, Expedito Eloy, nos apoiou e prometeu colaboração total.


O Secretário nos disse que tomará as providências devidas, uma vez que as receitas e despesas com as "FEIRAS", de um modo em geral não existe um controle individual, mais que é possível, e que o mais rápido possível, apresentará este informativo contábil conforme foi sugerindo pela coluna.



Por Cironaldo Santos
Email: [email protected]
Tel.: (75) 99833-5060/3321-8181

REPORTAR ERROREPORTAR ERRO

TVGeral

Confira um pouco do show de Vanessa da Mata no Armazém Privilege
Publicidade
Bruno Best Travel
Vilage Marcas e Patentes
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Festas